Blog do Menon

Rogério foi mal. Renan foi ótimo e merece continuar

menon

Sabe o pavão que mora no CT da Barra Funda?

Ele, até ele, sabe que o grande problema do São Paulo versão 2017 é a defesa. Ou o sistema defensivo, escolha a terminologia.

E o que faz Rogério Ceni no intervalo do jogo contra o Ituano, em que o São Paulo, dominado, vencia por 1 a 0?

Mudou a defesa.

Tudo bem, ela não estava indo bem mesmo. O Ituano tinha muitas chances.

Mas, qual foi a mudança?

Colocar Lugano, que tem feito boas partidas? Boas, não excelentes, não ótimas, não maravilhosas? Boas

Colocar Lucão, que ele prometeu recuperar e ainda não escalou?

Não. Ceni colocou João Schmidt. E recuou Jucilei.

Jucilei, o volante. Que tem jogado como zagueiro na China. Na China.

Pensou em arrumar a zaga e melhorar o passe na saída de bola. Deu tudo errado;

Jucilei foi mal. Breno, que não estava bem, piorou ao ser deslocado para o lado esquerdo.

E João Schmidt entrou mal. Errou passes. Errou desarmes. Falhou no gol.

Rogério ainda peca pela opção pela substituição genial. Aquela que foi uma ótima sacada, que vai resolver tudo. Seria melhor ir no feião-com-arroz.

Contra o Palmeiras, foi assim. Não tinha Cueva. Então, colocou Luiz Araújo na esquerda, onde transita o peruano. Colocou Mendes na direita, ponto inicial de Luiz Araújo. Colocou Schmidt como segundo volante, em lugar de Mendes. E colocou Jucilei em primeiro volante, em lugar de João Schmidt. Não era melhor ter posto Lucas Fernandes ou Wellington Nem em lugar de Cueva? Apenas uma improvisação?

Um treinador precisa ser analisado em dois planos: o macro e o micro. No plano macro, estão suas ideias a longo prazo, sua convicção nelas, os conceitos que serão implantados e a escolha dos esquemas que permitem a implantação das ideias e conceitos. Rogério está indo muito bem. Tem ideias ousadas para colocar o conceito de futebol proativo, de posse de bola, de marcação alta…

E há o plano micro. O micro é resolver os problemas imediatos. O que está errado no jogo. Se aquele pontinha esta acabando com meu lateral, preciso resolver isso. Rogério tomou atitude ao sacar Buffarini, novamente muito mal. Mas o São Paulo tem um grande problema que Rogério não tem conseguido resolver.

O time leva muitos gols. Tem a pior defesa do Paulista. Leva gol pelo alto, leva gol por baixo, é um time democrático. Leva gols por erros individuais, leva gols por erro de posicionamento, leva gol porque marca mal na cobrança de escanteio, leva gol porque tem problemas de recomposição, leva gols porque o ''perde-pressiona'' falha….

É uma peneira. Uma antologia de gols. E cabe a ele corrigir. Não está conseguindo. Em 13 jogos, a defesa não foi vazada apenas UMA vez. Ele precisa agir rapidamente. Precisa mostrar que além de um treinador de futuro, também sabe resolver um problema agudo. Tem de colocar o chapéu de burro na turma, fazer treinar muito e, se possível, parar de falar que o Breno fez uma excelente partida, a cada jogo ruim que ele nos brinda.

Poderia, por exemplo, iniciar o trabalho dando mais oportunidades a Renan Ribeiro. Ele fez uma partida excelente, com três defesas salvadoras. Denis e Sidão ainda não fizeram uma partida tão boa. Merece continuar. Renan tem 26 anos e apenas 95 partidas como profissional, 80 no Galo e 15 no São Paulo. Depois de um início bom, com passagens meritórias nas seleções de base, a carreira não decolou. Sofreu muito em 2011, com a morte da irmã, de apenas 15 anos, vítima de câncer. Agora, mais velho, está na hora de ter a chance e mostrar que pode ser o goleiro do São Paulo em 2017.