Blog do Menon https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no Uol, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros. Fri, 24 Nov 2017 18:17:43 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Um hino de amor aos sobreviventes da tragédia da Chape https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/24/um-hino-de-amor-aos-sobreviventes-da-tragedia-da-chape/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/24/um-hino-de-amor-aos-sobreviventes-da-tragedia-da-chape/#comments Fri, 24 Nov 2017 18:17:43 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8966

A florista Mirian, entre suas hortências, sabe que o filho Yohan não é um anjo. Aline conta como foi seu primeiro beijo em Filipe. Valeria canta Dio, come ti amo. Uma Gigliola Cinquetti negra. Ulrike mostra um último áudio, cheio de Paixão. A uruguaia Jacqueline mostra fotos de Cocada. Um M une Mario Sérgio e Mara. Ilaídes mergulha nas redes sociais, tem até um canal de youtube, enquanto o marido mergulha dentro de si mesmo.

E os sinais? Adriana tem certeza que Caio Jr. lhe mandou um recado, através do Resenha, ao dizer que, se morresse, morreria feliz. A mãe de Jumelo recebeu uma carta dele. A filha de Deva Pascovitch escreveu uma carta a ele. E Ximena, lá em Santa Cruz de la Sierra, quer contar toda a história em um livro.

Foram 71 mortos naquele 28 de novembro. O desastre da Chapecoense. A ESPN trouxe o momento vivido por 11 mulheres sobreviventes, não do vôo, mas de toda a dor, todo o desânimo, todo o sofrimento que ele deixou. “11 corações recomeçando a viver”, que serão exibidos na semana que vem, em dois episódios.

A voz sóbria de Rogério Vaughan é o fio condutor de tanto sentimento que entrará na casa das pessoas. Tanto sofrimento que não precisa uma dose a mais. E tudo está na medida certa. Não há pieguismo, não se força o choro, não se busca a demagogia. Gostei tanto do programa que trouxe aqui a ficha técnica:

Roteiro e reportagem: Marcelo Gomes e Helvídio Mattos
Narração: Rogério Vaughan
Imagens: Raphael Silva Correa
Produção: Fernanda Amalfi
Edição/Finalização: Alexandre Valim / Andrei Salgueiro / Wagner Cavazini
Arte: Ivan Junior

E os horários:

O conteúdo já está disponível no WatchESPN e, nos canais da TV, vai para o ar nos dias e horários abaixo:

– Quarta (episódio 1) e quinta-feira (episódio 2): 20h na ESPN
– Quinta-feira na ESPN Brasil: 22h10 – dois episódios na sequência

São muitos jornalista envolvidos. Com certeza, ninguém gostaria de ter feito o programa. Mas todos o fizeram com sensibilidade, competência e amor. Mais do que sofrimento, é o amor que as sobreviventes nos trazem.

 

]]>
2
Felipe Vizeu escapa da sanha punitiva. Bom para o Flamengo https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/24/felipe-vizeu-escapa-da-sanha-punitiva-bom-para-o-flamengo/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/24/felipe-vizeu-escapa-da-sanha-punitiva-bom-para-o-flamengo/#comments Fri, 24 Nov 2017 13:31:00 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8964 No domingo, Felipe Vizeu faz um gol e comemora de maneira grosseira e desrespeitosa com o companheiro Rhodolfo e com o clube, a quem expõe no mundo todo.

Na quinta-feira, Felipe Vizeu faz um lindo gol, típico de centroavante. Uma pancada que vira o jogo e deixa o Flamengo em melhores condições de ser campeão.

Do vexame à redenção. De um gol que virou acessório de um gesto vergonhoso a um gol que pode ser lembrado por um bom tempo.

O que poderia impedir o grande salto do garoto que completará 20 anos em março? E que fez seu gol 15 em 59 jogos?

A negativa do Flamengo em se render à sanha punitiva que assola o Brasil de hoje.

Um jogral tenebroso do tipo:

Tem de punir

Tem de afastar

Tem de sofrer

Tem de multar

É lógico que o Flamengo precisa tomar uma atitude além daquela que tomou, colocando Vizeu e Rhodolfo trocando juras de amizade em frente à televisão.

É preciso fazer o jogador entender que, ao entrar em campo com a camisa do Flamengo, ele é uma extensão do Flamengo. Precisa respeitar e honrar o símbolo que está usando. Na verdade, ele mesmo é um símbolo do clube.

E, ao desrespeitar a camisa e o clube, não faz direito ao seu direito de imagem. Afinal, a imagem do clube foi arranhada.

Mas direito de imagem é apenas uma maneira de se pagar por fora, não é? Uma das bobagens desse profissionalismo que nunca chega de maneira definitiva.

Então, eu estou aqui dizendo que o jogador precisa entender que humilhou o clube sem puni-lo? Sem mexer no seu salário?

Sim. Salário é sagrado. Se não quer pagar, demita o trabalhador.

Então, o que faria?

Não sei. Com toda sinceridade, não sei.

Tenho certeza de duas coisas.

Primeiramente, Vizeu é um garoto e precisa aprender de forma educativa que o Flamengo é muito maior do que ele. Que o Flamengo é tudo e ele não é nada. Precisa aprender a respeitar o clube.

Segundamente, eu sei que se Vizeu tivesse sido afastado, não faria o gol que fez. Talvez outro fizesse, mas ele não faria. E a punição teria sido ao Flamengo mais do que ao jogador.

Nos tempos da Ditadura, uma frase me marcou. O problema não é o general de plantão a nos governar. O problema é o vizinho dedo duro que pensa servir o general de plantão.

No Brasil, estamos vivendo algo parecido. Aquele cara bacana que você encontrava na feira, pode ser o mesmo que vai até a porta do Sesc queimar bruxas e depois vai ao aeroporto ofender alguém que pensa diferentemente dele e que está deixando o Brasil. A moça bonita que você estava paquerando no supermercado? Você pode encontrá-la no facebook ofendendo a comunidade LGBTTQ.

Ainda bem que o Flamengo não se rendeu a isso. Tem de punir/Tem de esfolar/Tem de bater/Tem de esfolar…

E tomara que tenha conseguido fazer Vizeu entender que aquele dedo mostrado a Rhodolfo prejudicou muito a imagem do Flamengo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

]]>
3
Vexames do dia. Marco Polo del Nero na cabeça https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/23/vexames-do-dia-marco-polo-del-nero-na-cabeca/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/23/vexames-do-dia-marco-polo-del-nero-na-cabeca/#comments Thu, 23 Nov 2017 21:15:59 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8962 A partir de hoje, vou listar os vexames do dia no glorioso futebol brasileiro.

O Grêmio, descontente com a primeira arbitragem e receoso com a segunda, pede ajuda política contra o que considera uma possível ajuda da Conmebol para o Lanús na disputa do título da Libertadores. E não terá ajuda de Marco Polo del Nero, o presidente da CBF. Ele não pode sair do Brasil por ter problemas com a justiça dos EUA.

Poderia receber o apelido de “pato manco”, gíria dedicada, nos EUA, a políticos em fim de mandato e que perderam o poder. No Brasil, dizemos que, nessas ocasiões, até o cafezinho é gelado. Mas ele não é “pato manco” coisa alguma. Manda e manda muito. Com aval do Grêmio e de muitos outros grandes do Brasil. Todos. Aceitam tudo o que se decide. Aprovam tudo. E votam em Marco Polo.

Se o Grêmio for roubado no segundo jogo, se o título for perdido por erro de arbitragem, o Grêmio vai reclamar e…vai continuar votando em Marco Polo del Nero.

O segundo vexame foi de Chapecó, dirigente do São Paulo, que processou o clube porque, no campeonato interno, sentiu seu time, o PSV, prejudicado. Sim, é verdade. O São Paulo Futebol Clube é acionado por um dirigente que se acha jogador e que se sentiu prejudicado. A ação foi negada pela justiça.

Bruno Vicintin, ex-vice de futebol do Cruzeiro, fez Boletim de Ocorrência porque se sentiu ameaçado por Itair Machado, atual homem forte do futebol no clube.

A Justiça decidiu que a urna 7 do Vasco, totalmente euriquiana, volta a valer. Eurico é o novo velho presidente. Até quando?

Amanhã tem mais, com certeza. Nossos cartolas nunca decepcionam quem aposta na mediocridade.

]]>
10
Ótimo para Roger, bom para o Palmeiras https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/22/otimo-para-roger-bom-para-o-palmeiras/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/22/otimo-para-roger-bom-para-o-palmeiras/#comments Wed, 22 Nov 2017 23:06:13 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8958 Roger Machado será o treinador do Palmeiras no ano que vem. Ou melhor, pensando na instabilidade do futebol brasileiro, iniciará o ano como treinador do Palmeiras. É a primeira vez que dirigirá em São Paulo. É o terceiro grande time em três anos de carreira. É um grande prêmio, uma grande oportunidade a ele. É difícil que um treinador que não brilhou no Brasileiro em dois anos seguidos (Grêmio e Galo) consiga se recolocar em um outro grande clube brasileiro.

Mais do que resultados, valeu o trabalho. Ele deixou o Grêmio com 65% de aproveitamento. E conseguiu 60% no Galo. Títulos? Apenas o mineiro pelo Galo. Roger é um treinador bem antenado com as novas tendências, é inteligente e estudioso. Então, por que não consegue um bom aproveitamento defensivo nos times que dirige. É notório como o Grêmio melhorou com Renato.

A seu favor, no Palmeiras, há a possibilidade de participar da montagem do elenco e de começar o ano trabalhando desde o início, impondo seu estilo. Um estilo que tem muito mais a ver com Eduardo Baptista do que com Cuca. Ou seja, o Palmeiras continua no zigue zague. Sai o estilo frenético de Cuca, entra o culto à posse de bola de Baptista, volta o estilo nervoso de Cuca, retorna a busca pela posse de bola com Valentim. E agora, com Roger.

Se é ótimo para Roger, é bom para o Palmeiras. Roger não é uma certeza, mas quem é? Felipão, como alguns já pediam? Abel, que não foi bem no Fluminense.

Roger é uma aposta, como é todo treinador do Palmeiras recente. A paixão fala alto e não se dá muito tempo para adaptação. Mas é uma aposta em alguém de muito valor. Falta um título. Pode ser um título verde.

]]>
8
O mundo é dos espertos e o Brasil é dos muito espertos https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/22/o-mundo-e-dos-espertos-e-o-brasil-e-dos-muito-espertos/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/22/o-mundo-e-dos-espertos-e-o-brasil-e-dos-muito-espertos/#comments Wed, 22 Nov 2017 15:29:32 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8955

Acervo da bola

Gérson de Oliveira Nunes sempre foi um ídolo para mim. Um dos primeiros. Seus lançamentos longos, vindos do meio campo ou até um pouco atrás, eram o maior exemplo do modo como eu entendia o futebol. Quem corre é a bola, não o jogador. Um tipo de jogada com quem sempre me identifiquei, em várias épocas da minha vida. Como garoto ruim de bola. E gordo, ainda por cima. Como engenheiro. Ou um lançamento daqueles não é uma ponte? A menor distância entre dois pontos é uma reta? Ou é uma curvita de Gérson? Ou é um drible de Garrincha? Ou é um rabisco qualquer de Niemeyer. O lançamento de Gérson também me toca como jornalista. É uma mensagem, linda mensagem, chegando ao destinatário.

Gostava de Gérson também por ser um falador, alguém que se impunha. Muito diferente de Ademir da Guia e sua divina mudez.

Em 1976, me decepcionei com Gérson. Afinal, se ele era o canhotinha de ouro, eu já era esquerdinha há pelo menos oito anos. Desde o mais lindo de todos os maios. Ele fez uma propaganda para os cigarros Vila Rica em que dizia que o importante é levar vantagem em tudo. Em plena ditadura, ele nos lembrava aquele lado tão ruim de nossa brasilidade. Talvez o mundo inteiro seja assim, não sei. Mas nós somos e isso dói. A esquerda, comandada pelo Pasquim, caiu matando e a Lei de Gérson se tornou um case. Embarquei, é lógico. Fiquei mal e de mal com o ídolo.

Demorei para perceber que Gérson havia sido apenas o carteiro. O pianista. O autor da obra era a agência Caio Dominges e Associados. É de algum redator a obra prima: “Por que pagar mais caro se o Vila me dá tudo aquilo que eu quero de um bom cigarro? Gosto de levar vantagem em tudo, certo? Leve vantagem você também, leve Vila Rica!”.

Já se foram 40 anos e eu daria tudo ou quase tudo para ver Gérson de Oliveira Nunes em campo novamente. Não dá. A Lei da Vida é muito mais cruel que a Lei de Gérson.

E chegamos a Renato e o caso do drone. Como ele disse, sempre houve espionagem. O amigo Maurício Noriega nos lembrou hoje do grande Valdir Joaquim de Moraes espionando adversários do São Paulo lá nos anos 90. Eu lembrei do Cleber Xavier, drone humano de Tite . Fico em dúvida sobre o caso do drone, porque é uma invasão, digamos assim, do “espaço aéreo” do Lanus. É como se violassem minha caixa de emails, como lembrou o Antero Greco.

Enfim, isso vai passar e os méritos do Grêmio não devem ser mitigados por conta do amigo drone.

O que pega é a frase.

A maldita frase.

O mundo é dos espertos.

E eu me lembro de Gérson de Oliveira Nunes. (Ah, como seria lindo um passe dele para Renato Gaúcho).

Na ditadura militar, ele disse que gostamos de levar vantagem em tudo;

Na ditadura judiciária, que permitiu a um homem sem brilho, sem respeito ao próprio, sem currículo e sem moral, governar um País tão lindo e com tanto potencial como o nosso, ele diz que o mundo é dos espertos.

Se fosse uma crítica, seria mordaz e ácida.

Se fosse apenas uma constatação, doeria porque tem muito de verdade.

Sendo um elogio, como é, dilacera porque dá aval aos canalhas. Porque incentiva crianças.

Renato nem tem a desculpa da agência de publicidade.

Ele falou o que pensa, falou o que muitos pensam, falou aquilo que subjuga nosso País.

Somos governados por pessoas que colocaram em prática a tese de que o mundo é dos espertos. E dos ricos. Aos outros, cabe a conta da Previdência.

Mas eu não vou cair no mesmo erro de 1976. Não tenho mais 23 anos.

Renato é apenas mais um que acredita que o mundo é dos espertos.

Os verdadeiros espertos, que não merecem condescendência e nem perdão são outros e estão longe de um campo de futebol. Não sabem nada. Nunca ouviram falar de Gérson ou de Renato. Não são craques, são apenas ladrões de bola.

E, se o Grêmio vencer (estou torcendo) farão de tudo para aproveitar a festa e tentar sair do pântano dos 3% de aprovação.

 

]]>
12
Dorival isenta Rogério Ceni de culpa no péssimo ano do São Paulo https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/22/dorival-isenta-rogerio-ceni-de-culpa-no-pessimo-ano-do-sao-paulo/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/22/dorival-isenta-rogerio-ceni-de-culpa-no-pessimo-ano-do-sao-paulo/#comments Wed, 22 Nov 2017 12:30:35 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8953 Em ENTREVISTA RECENTE ao blog, Dorival Jr. falou sobre o presente e o futuro do São Paulo. E, ao contrário da diretoria, que gosta de se referir ao período Rogério Ceni como “herança maldita”, fez questão de isentar o ex-treinador de toda culpa pelo péssimo rendimento no Brasileiro.

Reservei esta parte da entrevista para hoje. O diálogo, comigo, foi assim:

Quando o Pinotti me chamou, eu disse que ele deveria estar atento porque o início de trabalho seria muito duro no início. Os jogos eram em sequência e não haveria tempo de treinamento. Só após o final do turno é que haveria um período para trabalhar. E havia muitos jogadores chegando, muitas mudanças.

É verdade. Remontar o time durante o campeonato é como trocar o pneu com o carro andando.

Justamente. 

E, no caso do São Paulo, o piloto era inexperiente.

Ah, não. A inexperiência do Ceni não conta, não. Foi duro para ele, foi duro para mim, seria duro até para o Paulo Autuori, que tem mais experiência que os dois juntos.

O diálogo serve como aviso para os dirigentes do São Paulo. Se forem trocar todo o time novamente, os problemas continuarão. Por isso, seria bom resolverem logo as situações de Jucilei e de Hernanes. O que será muito difícil. São jogadores que custam caro.

E, dentro da loucura que é o futebol brasileiro, uma coisa ruim pode ajudar o São Paulo. A base não tem figuras acima da média como David Neres e Luis Araújo, que brilharam pouco tempo e já foram para a Europa. Há jogadores bons, como Militão e outras promessas como Brenner, Lucas Fernandes e Shaylon, mas nada indica que a Europa seja uma opção para eles em 2018.

Ou seja, menos brilho e menor possibilidade de desmanche. Dá para planejar melhor.

 

 

]]>
6
Valentim leva bomba e não dirige Lucas Lima https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/21/valentim-leva-bomba-e-nao-dirige-lucas-lima/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/21/valentim-leva-bomba-e-nao-dirige-lucas-lima/#comments Tue, 21 Nov 2017 20:26:17 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8951 Lucas Lima chega no Palmeiras.

Alberto Valentim deixa o Palmeiras.

O jogador foi afastado pelo Santos e já agendou uma visita ao Palmeiras. É um ótimo reforço, que sai sob suspeita do Santos. Por que caiu tanto nos últimos tempos? Mostrou um desinteresse enorme pelo Santos nos últimos tempos ou foi incompreendido? Mereceu as críticas ou tem muito perna de pau no Santos que passou incólume.

A vinda de Lucas Lima traz também algumas reflexões.

Como fica a torcida que o odiava a cada provocação, que o ofendia a cada comemoração? Fica com cara de tacho e um pouco mais descrente, né? Percebe que jogador é profissional e que tudo é um grande teatro. O que a faz gostar cada vez mais dos raros que realmente amam um clube. Esclareço que, a meu ver, é bacana amar o clube, mas é bom também arrumar o melhor contrato possível para não precisar de ninguém quando a bola acabar.

E Guerra? O venezuelano já está na reserva. Vai perder ainda mais espaço? Ou será um grande reforço no mercado.

E o Santos? Vai conseguir um reforço parecido? Olha, por pior que ele estivesse, vai ser um grande desfalque. O Santos precisa muito de uma reciclagem.

E Valentim. Eu disse aqui no  blog que ele seria a melhor aposta para o Palmeiras. Não deu, né? O treinador de futebol pode ter um trabalho autoral, como Guardiola ou Mourinho, pode ter conceitos revolucionários ou pragmáticos, pode falar mandarim ou caipirês, pode ser do tipo que for, mas se não souber resolver problemas pontuais, não tem futuro.

E o problema estava lá. Como marcar a saída de bola do adversário, como ter um sistema de marcação alta sem deixar espaço para o contra-ataque? Sem deixar sua defesa desprotegida?

Ele levou bomba. Perdeu para o Corinthians, para o Vitória e para o Avaí da mesma forma.

Não dá para continuar. Vai ver o Lucas Lima verde na televisão.

]]>
4
Cleber Xavier foi o drone de Tite no Grêmio https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/21/cleber-xavier-foi-o-drone-de-tite-no-gremio/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/21/cleber-xavier-foi-o-drone-de-tite-no-gremio/#comments Tue, 21 Nov 2017 12:11:58 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8948 A repórter Gabriela Moreira, da ESPN, fez bela matéria mostrando que o Grêmio “espionou” muitos rivais durante o ano de 2017. O último trabalho do 007 imortal foi contra o Lanus, utilizando um drone. Logo, apareceram duas questões: 1) todo mundo faz e 2) e como fica a ética?

Uma coisa tem a ver com a outra? O fato de todo mundo fazer significa que é ético?

O que diria Tite sobre o caso? Ele que sempre fala em ética. Que chegou a dizer que o fairplay é algo a ser levado em conta na hora de convocar um jogador, como foi no caso de Rodrigo Caio. Tite faria a mesma coisa que a diretoria do Grêmio fez?

Faria. E fez. Cleber Xavier, seu eterno auxiliar, foi seu drone humano em 2001,  às vésperas da decisão da Copa do Brasil. A história foi relembrada pelo trepidante Gustavo Franceschini, em 2013. Tite dirigia o…Grêmio e Luxemburgo, o Corinthians. No primeiro jogo, no Sul, houve um empate por 2 a 2. O Corinthians jogou melhor e houve um empate por 2 a 2. André Luiz, lateral esquerdo, jogou como volante e foi um destaque. Ele não estaria no segundo jogo e Tite precisava saber quem seria o substituto.

Foi por isso que Cleber Xavier foi ver o último treino do Corinthians, antes do jogo. Naquele tempo não havia tanta preocupação com treinos fechados. O auxiliar foi descoberto no final dos trabalhos e retirado do Parque São Jorge, já sabendo que a dupla de volantes seria formada por Otacílio e Marcos Sena. O Grêmio venceu por 3 x 1 e foi campeão.

Na entrevista a Franceschini, em 2013, Xavier não mostra nenhum arrependimento e diz que foi descoberto porque um repórter gaúcho fez um boletim em voz alta, denunciando-o. Um repórter torcedor do Inter, ele afirmou. Vejam que a questão, para ele, não passa por ética ou falta de ética. Passa por ser colorado ou gremista.

Há três anos perguntei a Tite sobre o assunto. Ele disse que estaria errado se fosse um treino secreto, mas como era aberto, não via problema algum no que foi feito.

Tite em algumas outras ocasiões relativizou questões éticas.

Como treinador da seleção, foi ver um jogo entre Corinthians e Santos e vibrou com o gol corintiano.

Fez um vídeo apoiando Marcelinho Carioca e reclamou quando o ex-jogador, candidato a deputado, o colocou no ar.

Assinou um manifesto contra Del Nero e o beijou no rosto quando foi apresentado como treinador da seleção.

 

Enfim, o drone do Grêmio que serve a Renato Gaúcho é apenas uma atualização high tech do drone humano que serviu a Tite.

]]>
4
Acertei na cabeça. São Paulo salvo na rodada 36 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/20/acertei-na-cabeca-sao-paulo-salvo-na-rodada-36/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/20/acertei-na-cabeca-sao-paulo-salvo-na-rodada-36/#comments Tue, 21 Nov 2017 01:15:47 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8946 No final de setembro, eu fiz uma previsão. O São Paulo escaparia do rebaixamento na rodada 36, ao conseguir 46 pontos.

Acertei na cabeça.

Na verdade, acertei errando. Acertei seis resultados e errei cinco. Nas minhas contas, o São Paulo teria 43 pontos e venceria o Botafogo. Na verdade, tinha 45 e empatou.

45 sempre foi minha linha de corte.

Segue abaixo minha previsão.

Desde 2006, quando o Brasileiro passou a ter o atual formato, com 20 clubes, pontos corridos e queda dos quatro últimos, apenas em um ano 45 pontos foram insuficientes para escapar do rebaixamento. Por isso, essa projeção sobre o São Paulo, toma 45 pontos como o número mágico para se manter na Série A. No momento, o clube tem 28 pontos acumulados. Escapar significa 45 pontos.

Rodada 26

São Paulo x Sport (vitória)

31 pontos

Rodada 27

Galo x São Paulo (derrota)

31 pontos

Rodada 28

São Paulo x Furacão (vitória)

34 pontos

Rodada 29

Fluminense x São Paulo (empate)

35 pontos

Rodada 30

São Paulo x Flamengo (empate)

36 pontos

Rodada 31

São Paulo x Santos (derrota)

36 pontos

Rodada 32

Dragão x São Paulo (vitória)

39 pontos

Rodada 33

São Paulo x Chapecoense (vitória)

42 pontos

Rodada 34

Vasco x São Paulo (empate)

43 pontos

Rodada 35

Grêmio x São Paulo (derrota)

43 pontos

Rodada 36

São Paulo x Botafogo (vitória)

46 pontos

Rodada 37

Coritiba x São Paulo (derrota)

46 pontos

Rodada 38

São Paulo x Bahia (vitória)

49 pontos

]]>
3
Flamengo, Corinthians e São Paulo, os vexames da rodada https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/20/flamengo-corinthians-e-sao-paulo-os-vexames-da-rodada/ https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/2017/11/20/flamengo-corinthians-e-sao-paulo-os-vexames-da-rodada/#comments Mon, 20 Nov 2017 15:40:37 +0000 https://blogdomenon.blogosfera.uol.com.br/?p=8941 No ano que vem, vou premiar o vexame do dia. Premiar, é modo de dizer. Vou apontar aqui, no meu blog, quem é que levou lama ao glorioso futebol brasileiro. Pode não ser todo dia, mas com certeza haverá dia de prêmio dividido. A capacidade de jogadores e, principalmente jogadores, de fazerem tudo errado é infinita.

No final de semana, por exemplo:

A briga entre Rhodolfo e Vizeu e o silêncio de Bandeira de Melo.

A situação criada por eles não merece um aprofundamento muito grande para se configurar como um vexame. Basta dizer que o árbitro errou em não expulsar os dois. Aquela imagem de duas cabeças unidas, como xipófagos da falta de respeito a todos, é caso de vermelho na hora. Imaginem se fosse um de cada time. Não seria vermelho? E, caso o juiz cumprisse seu papel, não teria havido o dedo do meio de Vizeu. Que, para maior vergonha do árbitro, também não mereceu vermelho.

Depois do jogo, os dois vieram para a entrevista e tentaram convencer a todos que são BFF. Best friends forever desde a infância. Quem sabe se ele não tivesse brigado comigo, eu não faria o gol, disse Vizeu.

Muita patacoada. Dois jogadores médios, no máximo, colocando a história do Flamengo no chão.

A ausência de Cueva

O baixinho deve ter quebrado tudo em Lima. Justo. Conseguiu o que duas ou três gerações de jogadores não conseguiram. Depois de 28 anos, o Peru está na Copa. Teve até feriado nacional. E ele, que deveria chegar na sexta-feira para o jogo, chegou no domingo às 6 e 30. E o que se passou durante esse período? Nada. Ninguém sabia de nada. Ele não ligou pedindo mais um dia. Não comunicou. O São Paulo não mandou alguém a Lima para trazê-lo com um puxão de orelha. Nem arrumou uma desculpa qualquer, do tipo está tudo combinado, demos umas horas a mais para a festa.

Me lembrou os campeonatos de Aguaí. Os times contratavam jogadores da região, por um dinheiro e mais um churrasco, em caso de vitória. Outros, vinham em troca de uma cesta básica ou uma caixa de cerveja. Finazzi, aquele, foi artilheiro de um campeonato em Aguaí. E sempre ficava aquela angústia: será que vem hoje, será que pegou o ônibus de São João, Casa Branca ou Mogi Mirim? Lindos tempos de amadorismo, tristes tempos de profissionalismo.

A atuação do Corinthians

Não vi o jogo, mas confio na descrição do Engenheiro Pinduca, meu grande amigo corintiano. Foi um desrespeito ao torcedor, ao clube e aos patrocinadores. São campeões e viajaram para perder.

E assim segue o futebol brasileiro com sua sina de péssimos dirigentes e grandes jogadores descompromissados. Continua valendo minha tese: o único jeito de melhorar é obrigar todo time estrangeiro que contratar um craque, levar também um cartola.

Já pensaram no Eurico e sua urna 7 no Liverpool?

Andrés Sanches no Bordeuaux?

A turma que vendeu Neymar por preço de banana gerenciando o Real Madrid?

Mustafá e a turma do amendoim atrapalhando a vida do Manchester City?

Carlos Miguel e sua namorada no PSG? Se fizeram o que fizeram com o Iago Maidana, o que fariam na contratação de Neymar?

Em pouco tempo, graças à atuação dos cavalos de troia, estaríamos no mesmo nível da Europa

 

]]>
7