PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Menon

Palmeiras: um vexame por ano

Menon

31/03/2014 12h22

É PIOR DECIDIR EM CASA

Rubens Leme da Costa (jornalista e amigo de altíssimo nível)

São 35 eliminações em jogos decisivos como mandante em 31 anos. Nesse período caímos para times grandes, mas também para XV de Jau, Ferroviária, Inter de Limeira, Ferroviária, São Caetano, Ipatinga, ASA, Ceará, Santo André, Goiás, Coriitba, Tijuana e agora o Ituano.
Volto a dizer: é pior decidir em casa, o time não suporta a pressão. O Palmeiras sofre um eterno complexo de virgem nessa hora, acha… que todos os rivais serão cavalheiros que respeitarão sua honra, quando querem apenas te comer.
Reclamar do elenco, dos diretores, das contratações ridículas… pode ser, mas é preciso primeiro ter consciência de que não pode mais permitir que essas eliminações (ainda) sejam atos contínuos. Eternos mesmo, eu diria.
Ah, o regulamento era ruim e a vantagem para o mata-mata era virtualmente nenhuma? Ué, eu falo isso desde o início. Será que ninguém lá dentro sabia? Por que, raios, ninguém sugere a vantagem do empate para os 4 times de melhor campanha nessa patética fase inicial? E a federação já avisou que a fórmula será repetida ano que vem.
Então, não adianta chorar, é preciso ter o mesmo espírito que os rivais possuem contra nós. E Nobre poderia começar limpando várias peças podres encostadas lá há anos, como essa porcaria de Bruno. O porquê de renovarem com o simpático, poliglota e educado rapaz é um mistério.
Gosta dele? Case-o com a sua filha, sobrinha, prima, irmã, ex-cunhada, mas mantenha-o longe do nosso gol.
TODAS AS 35 ELIMINAÇÕES DO PALMEIRAS EM CASA NOS ÚLTIMOS ANOS:
Copa do Brasil (9): Ceará (1994), Grêmio (1995), Cruzeiro (1996), Flamengo (1997), São Paulo (2000), ASA (2002), Santo André (2004), Ipatinga (2007), Coritiba (2011).
Sul-Americana (3): São Caetano (2003), Goiás (2010), Vasco (2011).
Libertadores (4): Grêmio (1995), Boca Juniors (2000), Boca Juniors (2001), Tijuana (2013).
Mercosul (2): Flamengo (1999), Vasco (2000).
Conmebol (1): Bragantino (1996).
Brasileiro (4): Vasco (1983), Corinthians (1989), Cruzeiro (1998), São Caetano (2000).
Paulista (10): XV de Jau (1985), Inter de Limeira (1986), São Paulo (1987), Ferroviária (1990), Corinthians (1995), Corinthians (1999), Santos (2000), Santos (2009), Corinthians (2011), Ituano (2014).
Rio-São Paulo (1): São Paulo (2002).
Supercampeonato Paulista (1): São Paulo (2002).Ver mais

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Menon