Blog do Menon

Avanti cobra ingresso de Maria Eduarda. Ela tem seis meses.

menon

dudaMaria Eduarda Milani nasceu em 7 de novembro de 2014. Três dias depois, foi inscrita no Avanti, programa de sócios torcedores do Palmeiras. ''Foi um presente simbólico, para ajudar o clube e para que a garota tivesse já um passado palmeirense, que pudesse mostrar aos amigos adolescentes que é sócia do Palmeiras desde os três dias de idade'', conta Rodrigo, o pai, de 39 anos. ''Sou comentarista de futebol na rádio Premium e só vou ao estádio trabalhar. Não preciso ser sócio-torcedor, foi mesmo uma coisa de amor ao clube''.

No domingo passado, o amor foi posto à prova. ''Minha mulher, a Tatiane, queria conhecer a nossa arena. Escolhemos o jogo contra o Goiás porque o horário era bom e por ser  jogo de uma torcida só e não haveria problemas de briga. Escolhi lugares longe das torcidas organizadas. Então, tivemos a ideia de levar a Maria Eduarda. Para ter fotos dela na arena, para termos lembranças queridas da infância.''

Rodrigo comprou dois ingressos: um para ele mesmo, usando o Avanti do irmão e outro para a mulher, usando o Avanti de Maria Eduarda. Algo normal, previsto no programa. Segundo Rodrigo, há pessoas que compram ingresso e não vão. Assim, ganham pontos que ajudam a ganhar um posto de destaque na hora de buscar ingressos para um jogo muito procurado.

Na hora de entrar na Arena, a surpresa. O diálogo, com funcionários do Avanti, responsáveis por informações e pela passagem nas catracas, segundo Rodrigo, foi assim:

– Está faltando um ingresso

– Como assim? Aqui está o meu e aqui o da minha mulher

– Está faltando o ingresso da nenê.

– A nenê? Ela tem seis meses e vai ficar no colo. Não ocupa lugar.

– Tem de pagar. Entrou, paga.

– Se ela tivesse dois ou três anos, eu entenderia. Mas nesse idade, se ela ficar em um banco, cai no chão e pode até morrer.

– Se está viva, tem de pagar.

– Mas isso é contra a lei.

– Aqui é uma propriedade particular. Paga quem a gente quiser que pague.

– Paga todo mundo?

– Até formiga paga. Passou por aqui, paga.

Depois de uma hora, Rodrigo conseguiu que um outro torcedor, que estava com dois Avanti, lhe vendesse um ingresso.

''Ele queria ganhar pontos e comprou o ingresso para mim. Estou muito decepcionado. O valor do plano da Duda já subiu de R$ 19,90 para R$ 29,90. E agora, sofri um desrespeito deste tipo. Minha mulher está preparando uma ação contra o Avanti. Não se trata um torcedor assim''.

Maria Eduarda já tem história para contar aos amigos adolescentes, daqui a 13 anos. Não é a história que o pai havia imaginado, mas é uma história. Surreal história