PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Menon

Corinthians x Joinville teve o pior Ibope do Brasileiro

Menon

09/06/2015 14h19

O Corinthians venceu o Joinville por 1 a 0 em 3 de junho. Pode ser o início de uma recuperação corintiana, após a eliminação na Libertadores e a derrota por 3 a 1 para o Grêmio, no Brasileiro. Mas a torcida do sofá não acreditou. O jogo teve apenas 15 pontos de audiência na Globo. O mesmo que Palmeiras x Asa. Na Band, foram três pontos. Até agora, e a pior audiência do Brasileiro no ano.
As audiências até agora foram:
10/5, DOM, 16h – Cruzeiro x Corinthians com 23 totais (18 na Globo e 5 na Band)
17/5, DOM, 16h – Santos x Cruzeiro com 19 totais (15 na Globo e 4 na Band)
24/5, DOM, 16h – Fluminense x Corinthians com 22 totais (19 na Globo e 3 na Band)
31/5, DOM, 16h – Internacional x São Paulo com 21 totais (16 na Globo e 5 na Band)
3/6, QUA, 22h – Grêmio x Corinthians com 24 totais (20 na Globo e 4 na Band)
6/6, SAB, 22h – Joinville x Corinthians com 18 totais (15 na Globo e 3 na Band)
O fracasso de Joinville x Corinthians é um ponto fora da curva, mas não deixa de ser preocupante. O Corinthians está presente em quatro das cinco maiores audiências do futebol em São Paulo no ano. O jogo contra o Guaraní empatou, por exemplo, com a decisão do Paulistão entre Palmeiras x Santos.
18/2, QUA, 22h – Corinthians x São Paulo com 33 na Globo (não teve futebol na Band)
22/4, QUA, 22h – São Paulo x Corinthians com 32 na Globo
19/4, DOM, 16h – Corinthians x Palmeiras com 31 totais (24 na Globo e 7 na Band)
3/5, DOM, 16h – Santos x Palmeiras com 31 totais (24 na Globo e 7 na Band)
13/5, QUA, 22h – Corinthians x Guaraní na Globo
Em janeiro, o Corinthians teve duas audiências fracas:
17/1, SAB, 16h30 – Corinthians x Bayer Leverkusen com 11 na Globo (não teve futebol na Band)
24/1, SAB, 16h30 – Corinthians x Corinthian Casuals com 7 na Band (não teve futebol na Globo)
Fracas, em termos. A Band conseguir 7 pontos em um sábado à tarde é digno de nota.
PS – ESTE post foi feito com total ajuda de Edu Cesar e o www.papodebola.com.br

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Menon