Blog do Menon

São Paulo tem todo direito a reclamar. Mas não deve usar muleta

menon

O São Paulo está eliminado da Libertadores. Caiu diante de um time melhor e dos erros da arbitragem nos dois jogos.  Foi um time que resgatou a dignidade que tem a obrigação de mostrar também no Brasileiro. dignidade

O São Paulo tem muito o que reclamar nos dois jogos contra o Nacional. Tem todo o direito de usar e abusar do ''E se…''

E se o árbitro desse o pênalti em Hudson?

E se o árbitro não desse o pênalti em Carlinhos: (Estava de costas).

E se o árbitro desse impedimento de Borja (muito difícil de marcar, apenas o tronco estava à frente)

E se o árbitro não expulsasse o Maicon: (para mim, merecia no máximo o amarelo)

E se Kelvin e Ganso não tivessem se machucado?

Foram erros e contusões que poderiam valer a classificação do São Paulo. Poderiam, não é uma certeza.

Foram erros que permitem todo tipo de lamento. E de ilação. Ilação da torcida, não se jornalista. Aí, é preciso certeza.

Foram erros que ajudaram a eliminar um time que mostrou dignidade no último jogo. Jogou bem em momentos do jogo, o que é bastante diante de um time com mais repertório e técnica.

Foram erros que podem justificar as reclamações da diretoria, sem dúvida.

Mas, cuidado, foram erros que podem fazer com que se caia no discurso fácil de que tudo está certo no time.

Foram erros que podem fazer com que não se faça outras perguntas.

E se Maicon não tivesse sido infantil e dado chance ao árbitro de errar (ou operar?)

E se Bauza não tivesse tido um ataque de Felipão (Bernard ''alegria nas pernas'' contra a Alemanha) e deixado o time com um zagueiro só no final do jogo contra o Nacional, facilitando a feitura dos dois gols?

E se Lugano fosse um exemplo majoritariamente dentro de campo e não fora dele?

E se a diretoria tivesse reforçado o clube nos 45 dias de folga com gente mais capacitada que Ytalo?

E se o clube tivesse um goleiro melhor?

E se agora olharmos para o futuro?

E se o São Paulo passasse a jogar dessa maneira tão digna nos jogos do Brasileiro?

E se a diretoria agir rápido e trouxer substituto para Calleri? (Lyanco segura a barra de Rodrigo Caio e Cueva está aí para o lugar de Ganso)

A derrota foi dura e injusta. Mas há o resgate da dignidade, há o fato de ter ido além dos rivais brasileiros e há o futuro aí. É necessário agir rapidamente e não ficar usando muleta.



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.