Blog do Menon

Já vai, Vinícius Jr? Fica mais, garoto

Menon

A foto, eu tirei do tweet de Vincíus Jr e não consegui o crédito. É um retrato cruel do futebol brasileiro. O que Robinho está dizendo ao adolescente, seu fã? Vai firme, garoto, Madrid é logo ali. O veterano retornado mostra a vida para o garoto que se vai em breve. Pode-se dizer que é o caminho natural. Que somos mesmo fornecedores de matéria prima, mas tudo está se acelerando muito. Robinho foi para o Real em 2005, quando tinha 21 anos e havia sido fundamental para o Santos conquistar dois Brasileiros. Vinícius Jr, já contratado pelos merengues, vai quando completar a maioridade, dia 12 de julho de 2018.

E como não ir, se o preço é de 45 milhões de euros. Mais do que o Peñarol gastou para construir seu estádio. Vinícius é o garoto-estádio. E, se custa tanto, deve valer muito mais. Por ele, os europeus estão pagando um ''preço europeu'' e não a merreca que pagam por outros jovens brasileiros.

Mandamos os jovens e repatriamos os veteranos que já não rendem lá. Mas que jogam muito por aqui, como é o caso de Robinho. Ficamos sempre com o gosto de quero mais, com a sensação de que a relação ainda tinha muito a render.

A torcida sabe disso e quer vivenciar seu ídolo. Por isso, o Maracanã o pedia bem antes dos 80 minutos de jogo, quando Zé Ricardo patrocinou sua estreia. Pouco fez. Um cruzamento errado, um drible abortado. Tem muito mais a fazer, muito mais a mostrar ao Mundo. Dizem que pode ser o primeiro grande craque nascido no terceiro milênio. Pena que o melhor da festa, pena que toda a arte ficará para eles, os endinheirados.

A gente vê na tevê. Que também não fabricamos.