Blog do Menon

Coronel Marinho, o futebol é fogo e paixão. Segura o cartão

menon

Eu tenho uma sobrinha linda, a Nina. Na verdade, é filha da minha sobrinha, mas eu disfarço para esconder a idade.GOL NÃO MERECE FESTA Ela não é espoleta (só esse termo já entrega minha ''veíce'') como a Bruna, que nunca parava em um canto. Pulava, gritava, era um esportista nata. E as previsões se confirmaram. Nina é mais parecida com a mãe, Carolinda, e a tia, Fernanda. Quietinha e geniosa.

Ela se transforma, porém, quando é aniversário. Então, se anima toda e fica, desde uma quinzena antes, perguntando quanto tempo falta para o ''pique, pique''. Imagino se os pais convidassem o Coronel Marinho para a festa. Seria um festival de cartões amarelos para as crianças. Cantar pode, gritar não pode. Não pode comemorar em cima das cadeiras. Brincar de esconde-esconde só pode na sala, na casa inteira, nem pensar. A Bruna, então, vermelho direto.

Para o Coronel Marinho, comemoração exagerada é conduta antiesportiva. As suas recomendações são draconianas, excedem ao que a Fifa indica. As arenas são um exemplo. A Fifa recomenda cartão amarelo para quem comemora nos alambrados. Como nas arenas não há alambrados, a Fifa permite festa nas escadas, por não considerá-las uma grade. Para o Coronel Marinho, não. Amarelo em quem faz festa na jogada. E para quem comemora com a mão no ouvido. O jogador Ralf, do Galo, estava na reserva e levou amarelo por entrar no campo para festejar com o colega o gol de empate contra o Flamengo, no Maracanã.

Amigos, fazer um gol de empate contra o Flamengo no Maracanã é épico. Toda comemoração é pouca. Todo grito vira um sussurro. Todo abraço é insuficiente, fica parecendo um frio aperto de mão. Todo muito é muito pouco. Todo excesso é insuficiente.

Coronel, quando o senhor era responsável pelo policiamento em dias de clássico, talvez não visse Viola imitando um porco, Paulo Nunes com a máscara da Tiazinha ou da Feiticeira, talvez não visse, pela televisão, a reboladinha de Edmundo e Gonçalves, talvez não tenha lido sobre a festa popular comandada por Dadá Maravilha.

Coronel, abrace o futebol, seja parte da paixão. Mande os árbitros ficarem atentos à simulação e pancadaria. Isso, sim é conduta antiesportiva. Libere a festa. Deixe o povo feliz. Caso contrário, o próximo passo será o quê? O cara que comemorar um gol vai ter de pagar flexão de braço? Terá de dar voltas no campo? Vai para a solitária?

Coronel, outro dia o atacante Rossi, da Chape, comemorou fazendo continência em homenagem a um PM? É conduta antiesportiva?

Coronel, o futebol não é uma entidade hierarquizada como o Exército. O que é desrespeito lá, é brincadeira aqui.

Coronel, quantos gols o senhor já fez na vida? Comemorou?

A TURMA VERDE ESTÁ ANIMADA – Olha só o que me mandou o amigo Binho Xadrez, vocalista em uma banda de reggae no Maranhão. É quase igual o que enviou o Turco Tote, lá de Santos.

PALMEIRAS X JUVENTUS EM TOQUIO.

MOTIVOS:

1 – A JUVENTUS TEM DOIS TÍTULOS EUROPEUS CONQUISTADOS EM CIMA DOS ATUAIS CAMPÕES NA ÉPOCA (LIVERPOOL, 1985 E AJAX, 1996). AMBOS OS TIMES HAVIAM VENCIDO, NOS ANOS ANTERIORES, ROMA E MILAN.

2 – COMO JOGADOR, ZIDANE CONQUISTOU UM VICE EUROPEU (1998, COM A JUVENTUS, CURIOSAMENTE PERDENDO PRO REAL MADRID) E UM TÍTULO (2002, PELO REAL CONTRA O BAYER LEVERKUSEN), ALÉM DE UMA COPA DO MUNDO (1998) E UM VICE (2006). PARA MANTER ESSE APROVEITAMENTO DE 50% EM GRANDES FINAIS, O VENCEDOR DO ANO PASSADO IRÁ ''PAGAR SUA DÍVIDA'' PELO VICE DE 1998.

3 – NUNCA UM TIME FOI BICAMPEÃO EUROPEU DESDE QUE A CHAMPIONS SE TORNOU UMA LIGA. O ÚLTIMO FOI O MILAN EM 1989/1990, NO FORMATO ANTIGO.

4 – É O COROAMENTO DA CARREIRA DE BUFFON, COM DOIS VICE CONTINENTAIS (2003 E 2015).

5 ENTRE OS GRANDES É O TIME DE PIOR APROVEITAMENTO EM FINAIS CONTINENTAIS, 2 TÍTULOS E 6 VICES. ESTÁ NA HORA DE MELHORAR ISSO.

6 – E O MAIS IMPORTANTE: DESDE O ANO PASSADO EU CANTEI QUE O TIME ITALIANO SERIA CAMPEÃO PARA, NOVAMENTE, SER NOSSO VICE MUNDIAL. AFINAL, QUEM É BUFFON COMPARADO A VITINHO?

UM SAMBA – CIÚME DOENTIO (NELSON SARGENTO)

Ah meu Deus se eu soubesse quem ela era
Juro que jamais faria esta união
Bonita mulher mas de gênio é uma fera
Depois da briga eu fiquei nesta condição
Os ternos melhores que eu tinha estão rasgados
Os nossos moveis ela fez uma fogueira
Meu rosto até hoje esta todo arranhado
Envergonhado jamais voltei em Mangueira

Todo mundo dizia que Ana Maria era muito legal
Eu me apaixonei e com ela casei este foi o meu mal
Brigas permanente um ciume doente nunca vi coisa assim
Se eu voltar em Mangueira sei que a turma inteira vai zombar de mim

OUTRO SAMBA – EXPRESSÃO DO TEU OLHAR (CANDEIA)

Na expressão do teu olhar foi que senti
Que me amavas, eu não podia, não podia fugir
Na expressão do teu olhar compreendi
Que precisava do carinho que nunca senti
Os teus olhos lindos, encantadores tinha um quê das flores
Rosas formosas com brilho do orvalho da manhã
Calados serenos transmitindo um tom de veneno
Me atraias, olhar sedutor
Cadê, o ativo olhar que há tempos conheci
Sedução do olhar que pressenti cheio de calor
Deus criou a beleza na mulher
Vem o tempo e destrói a obra do criador