Blog do Menon

Flamengo não ouve Temer e está eliminado. Cheirinho de vexame

Menon

''É preciso manter isso, viu'', teria dito o presidente Michel Temer ao pessoal da JBS.

Não sei se Zé Ricardo deu a mesma ordem verbal ao time do Flamengo. Mas a estratégia foi essa. Recuado ao extremo para garantir o empate e a classificação. Sufocado atrás. Plantado na defesa. Muralha fez defesa milagrosa, mas veio o gol da festa argentina. E da desclassificação. Mais um resultado ruim em competição internacional. Mais uma vez, o cheirinho virou fumaça queimada.

Era preciso manter isso, viu. Não deu certo.

O Furacão foi mais forte. Buscou a vaga no final, com um belo gol de Carlos Alberto. Foi o gol que colocou pressão no Flamengo e no San Lorenzo. Só um gol salvaria o time do Papa. E a coragem foi premiada.

O Santos, com um a menos, mostrou muita personalidade ae, beneficiado por uma ridícula cavadinha de Pablo Escobar, garantiu a vaga.

A Chape venceu o Lanus no final e o jogo vai para o tapetão. O zagueiro Luis Otavio, autor do gol da virada, estaria suspenso ainda pela expulsão contra o Nacional do Uruguai.