Blog do Menon

Cueva precisa respeitar o clube

menon

Quem acompanha o blog, sabe que defendo, para o futebol, as mesmas leis trabalhistas que valeram até o dia de hoje. Sou contra esse negócio de multar salário, de direito de imagem (o famoso ''por fora'') e afastamento do grupo. Considerei a multa de Lucão uma afronta ao direito de opinião.

Futebol envolve paixão, não é só negócio e por isso mesmo, é necessário respeito dos dois lados. O jogador pode até não gostar do dirigente, mas precisa respeitar o clube. Seja titular ou não, precisa treinar sempre, precisa cuidar do corpo, precisa estar atento às recomendações táticas, precisa estar disposto a melhorar constantemente.

Jogador que finge contusão, jogador que força a saída, jogador que usa o empresário e é usado por ele para terminar vínculo antes do previsto é mau trabalhador. Não estou falando aqui de jogador que cumpre contrato até o final e sai do clube, que não recebe nada. Não vejo nada de errado, não merece ser chamado de mercenário.

Cueva está se comportando mal, não está cumprindo o que se espera de alguém que assinou um contrato profissional. Está acima do peso e se arrasta em campo. Não ajuda na recomposição e não encara mais os marcadores. Está em campo torcendo para que o mundo acabe em barrando, para ele se encostar melhor. Quando sai reclama. E se recusou a viajar a Santos, porque ficaria na reserva.

Dorival Jr disse na entrevista de apresentação que o considera importante e que faria de tudo para incentivá-lo. No primeiro treino, o colocou como titular. Está certo o treinador. Cueva é bom jogador e importante para o time. Precisa se comportar com dignidade e honrar a camisa de um clube que é maior do que todos os que ele já defendeu até hoje. E muito maior, nem seria preciso dizer, que o pequenino Christian Alberto Cueva Bravo.

Tags : cueva



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.