Blog do Menon

Tempo é pai para o Corinthians e padrasto para o São Paulo

menon

A rodada mostrou estagnação de Corinthians e São Paulo. Mas com significados diferentes.

O Corinthians estava sete pontos na frente do vice-líder. E sete pontos na frente continua, apesar da derrota para o Santos.

O São Paulo estava a três pontos do fim do Z-4. E a três pontos continua, apesar do empate, quase derrota para a Ponte, em casa.

Ou seja, a rodada foi boa para o Corinthians e ruim para o São Paulo.

O Corinthians tinha 16 rodadas para manter a diferença de sete pontos que lhe dará o título. Agora, faltam 15.

O São Paulo tinha 16 rodadas para escapar do rebaixamento. Agora, tem 15.

O que une dos dois clubes, o que busca a glória e o que busca fugir do vexame, é o futebol ruim que estão jogando. No segundo turno, o Corinthians ganhou apenas três pontos em quatro jogos, 25% de aproveitamento, desempenho de time rebaixado. Mas o fenomenal primeiro turno, longe de todos os parâmetros, o mantém ainda com uma liderança confortável. Não é fácil tirar sete pontos.

O São Paulo conseguiu cinco pontos em 12 disputados. Aproveitamento de 41,66%. Se mantiver esse ritmo nas 15 rodadas seguintes, conseguirá 19 pontos. E 43 no total. Cadafalso.

Nos dois casos, é preciso melhorar urgentemente. Mais para o São Paulo do que para o líder.

 



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.