Blog do Menon

Raí é uma escolha ruim. E, se não der certo, será fritado por Leco

Menon

Raí será o responsável pelo futebol do São Paulo. Ele aceitou ou vai aceitar o convite de Leco. Um erro do grande jogador. Primeiramente, por aceitar trabalhar com quem demitiu seu sobrinho, que fazia bom trabalho. Bem, são questões familiares, não me intrometo, mas que é difícil, para mim, entender, é.

Depois, qual é a segurança que se tem ao trabalhar com Leco? Ele é intempestivo, não tem nenhuma preocupação com trabalho a longo prazo. ''Repórter, para mim, é igual mulher. Se está dando problema, eu troco'', dizia um querido (apesar de machista) amigo e chefe do início da minha carreira. Nunca me trocou.

Trabalhar com Leco é difícil. Raí será o oitavo responsável pelo futebol em uma gestão que tem apenas dois anos. Dese outubro de 2-15, alguns saíram por motivo próprio e outros por decisão de Leco. E sempre se soube que Leco, por ser homem do futebol, não deixa de dar opinião nas questões do futebol. Não dá liberdade de trabalho. Agora, com Pinotti, ele teve reuniões com o empresário Marcelo Dijan para tratar de negociações com o Cruzeiro, sem consultar o garoto-maravilha.

Raí corre, mesmo tendo sido um grande ídolo, o risco de ser defenestrado sem direito a um cafezinho para início de conversa. Leco demitiu Rogério Ceni em 12 minutos de conversa. Ceni era seu escudo na época. Raí será seu escudo agora.

E por ser o escudo de Leco é que eu considero a escolha ruim. O São Paulo precisa caminhar rumo à profissionalização. Buscar algúém do mercado, alguém que conheça empresários e que possa resolver problemas com rapidez. Não adianta ter um Pinotti, até pelo fato de o clube dever muito dinheiro a ele. Não adianta escolher Raí, que não tem experiência alguma. E que ficou apenas três meses na coordenação da base, nos tempos de Marcelo Portugal Gouvêa.

Raí precisa resolver logo os contratos de Marquinhos Cipriano e Militão, que podem assina pré-contrato ainda no primeiro semestre para deixar o clube no ano que vem. Quem fez contratos tão curtos com jogadores que são grandes promessas? Raí precisa resolver o caso Jucilei, precisa contratar um substituto para Hernanes, que dificilmente ficará.

É muita coisa importante para quem não tem experiência.

Ao chamar Raí, Leco só pensa em si. Tem um grande escudo. Novamente. Se não der certo, ele manda embora e contrata…Diego Lugano. O novo escudo que está na praça.