Blog do Menon

Flamengo precisa jogar bola e esquecer baixarias

Menon

O Flamengo tem todas as condições de superar o furo Independiente e vencer. SulAmericana. Seria a cereja para um bolo que não cresceu durante o ano.

A receita para vencer é antiqüíssima: jogar bola. Procurando a posse? Apostando na velocidade? No contra-ataque? Importante definir esquema é escalação (eu colocaria Vinícius Jr de início), mas o principal é ter o foco no futebol. Como o Grêmio fez contra o Lanús, na segunda partida.

Jogar bola e esquecer ofensas racistas. Jogar bola e esquecer a baixaria de sua própria torcida, impedindo o sono do Rojo. Jogar bola e esquecer tonterias do tipo argentino é sujo, tem catimba, SulAmericana é preciso jogar com raça.

Com raça, sempre. Mas sem a bunda no chão. Jogar bola com comprometimento, com raça, foco, mas de cabeça em pé.

.Está nas mãos (e nos pés) do Flamengo e não nos preconceitos de torcedores que vêem o futebol não como o mais belo de todos os esportes e sim como algo que justifique a explosão de seu ódio, de suas frustrações é inadequação ao mundo civilizado.