Blog do Menon

RGT, dona da bandeira, da bola, do jogo, do campeonato…

Menon

Imagino a satisfação do torcedor palmeirense que assina o Premiére, canal de pague para ver, da RGT, ao ver subir a bela bandeira ''Vai, Corinthians'', patrocinada pelo canal.

Paga para ver…o canal pagar bandeira para o grande rival.

Com certeza, quando o jogo for no campo do Palmeiras, haverá uma bandeira verde patrocinada. Como houve bandeirinhas patrocinadas na festa de Lugano.

Ridículo. Uma torcida que precisa de patrocínio para fazer uma bandeira. Ou várias bandeirinhas.

Ridículo também, jornalisticamente falando. O correto é o canal de televisão, qualquer um, mostrar a festa da torcida, mostrar a luta para conseguir dinheiro e não pagar pela festa.

A THAT avança sobre tudo. Paga a bandeira, determina o tipo de comemoração (lembram do ''Sorrisao''?), dá direito a pedir música, tem aqueles cavalinhos que eu não sei pra que serve…

Façamos um paralelo. Em outubro, teremos eleição. Quando for definido o vencedor, a RGT vai mostrar a festa. Ou vai patrocinar as bandeiras do vencedor? Bem, se a intervenção fosse do essa, seria um avanço democrático.

A televisão argentina deve mostrar bandeiras de seu país quando foi decidido que o Papa era argentino? Ou deveria pagar bandeiras patrocinadas, tirando toda a espontaneidade da festa?

Seria muito melhor limitar-se a cobrir a festa em vez de patrocina-la.

Seria jornalismo.

 

 



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.