PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Menon

Estranho Carille, cheio de mimimi

Menon

25/03/2018 19h01

Diego Aguirre não cumprimentou Fábio Carille. É um fato, reconhecido pelo uruguaio. Falta de respeito, falta de consideração, falta de profissionalismo? Mesmo se fosse tudo isso junto, a meu ver, não justifica o treinador do Corinthians ir até a entrevista coletiva e ficar reclamando, falando em cara de pau.

Qual a consequência? O repórter corre aos jogadores do Corinthians e em vez de perguntar sobre tática, sobre o jogo, vai lá e faz o tipo garoto de recado. Carille falou que o Aguirre fez isso. O que acha? E lá vem a resposta de Henrique. Vai ser guerra em Itaquera.

Além da meiguice (um amigo meu diria fronhice) de reclamar da falta de aperto de mão, vimos um Carille ofendendo Nenê após o jogador do São Paulo chutar uma bola longe. Estava muito nervoso o campeão brasileiro.

Podem prestar atenção na resposta de um uruguaio, treinador ou jogador, quando for perguntado sobre uma polêmica em campo. A resposta é sempre a mesma, parece combinada, mas na verdade reflete um conceito secular do futebol deles. O que ocorre no campo, fica no campo.

Carille discorda. E foi correndo aos microfones amigos reclamar da falta de aperto de mão. Muito mimimi.

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Menon