Blog do Menon

Com Nenê, São Paulo volta a ser protagonista

Menon

A torcida do São Paulo tem um grito que, nos últimos tempos, além de não se justificar, virou até piada: ''o campeão voltou''.

Não se trata disso, que fique claro. Mas o time voltou a ser protagonista. Venceu o América-MG. O que significa?

Primeira vitória fora de casa.

Aproveitamento de 60%, zona de Libertadores.

Tem 13 pontos em sete jogos. No ano passado, tinha 18 ao final do primeiro turno.

Pela primeira vez no campeonato, venceu com dois gols de diferença.

São números.

O mais importante, porém, é a postura em campo. Um time que luta tanto para fazer um gol como para não sofrer.

O time não dá nada de graça.

O comando é de Nenê. Sabe jogar, sabe passar e tem bola parada. E é chato para caramba. Faz falta, sofre falta, cai no gramado, segura o jogo.

Fez um belíssimo gol de falta. No pênalti, fez a obrigação. Colocou para dentro.

Nenê está conseguindo jogar os 90 minutos. O que ainda é difícil para Diego Souza, que está se recuperando e fez mais um gol. Novamente em passe de Everton, certeira contratação.

Aguirre acertou tudo novamente. Entrou com Araruna, que ajudou bastante Militão. Atrás, fez o primeiro gol em contra-ataque.

Com a vantagem no segundo tempo, recuou e, o que é importante, manteve o jogo de transição, com Trellez, Valdivia e  Liziero.

Teve 236 passes, 103 a menos que o rival. E acertou seis chutes contra três. Ou seja, jogando de maneira pragmática, mandou no jogo.