Blog do Menon

Osmar Loss errou na ação e na reação

Menon

Osmar Loss cometeu dois grandes erros contra o São Paulo.

O primeiro erro foi na escalação. Ele acertou o diagnóstico e errou no remédio.

O acerto foi apostar em um jogador aberto pelo lado, deixando o campo maior.

Mas, com Marquinhos Gabriel? Um jogador extremamente desanimado. Teve um bom período no Santos, como puxador de contra-ataque e nada mais. A torcida o odeia.

Mas, com Marquinhos Gabriel contra Militão? Tudo para dar errado, como deu. Militão é o maior marcador do futebol brasileiro. Estou falando de lateral. Muito difícil um bom atacante passar por ele. Ainda mais, Marquinhos Gabriel.

O ideal seria Pedrinho. Ou então Pedrinho na direita e Romero na esquerda. Ou até Clayson que, quando não é desleal, rende mais ou menos.

É difícil entender porque Marquinhos Gabriel, Clayson e mesmo Romero tenham mais chances que Pedrinho

O segundo erro foi não reagir à opção de Aguirre por dois laterais. Edmar e Reinaldo tamparam o lado direito do ataque corintiano, com Romero e Fagner. Mais do que isso: Reinaldo atacou muito e ainda fez dois gols.

Ou seja, Loss errou na escalação. E errou para reagir à escalação surpreendente de Diego Aguirre.

Mas, fala bem, tem convicções e é novo. Tudo o que a modernidade exige. Além de termos complicados.

O Corinthians resiste?

 

 



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.