Blog do Menon

Cruzeiro foi “roubado” na Bombonera

Menon

Se não houvesse VAR e o juiz expulsasse Dedé pelo choque com Andrada, seria um erro grave.

Ao expulsá-lo, após consultar o VAR, o erro torna-se abissal. Muda de patamar. Deixa em xeque (injustamente) a própria eficácia do VAR.

E dá ao Cruzeiro, torcida e direção, todo o direito de pensar em complô. A versão do ''roubo'' vai prevalecer com razão.

A Conmebol é uma entidade sem moral. E a CBF é tão ruim quanto. Não fará nada pelo Cruzeiro.

Quanto ao jogo, o Boca foi melhor. Mereceu vencer. Mas, o Cruzeiro tem muito a lamentar. O erro de Edílson no segundo gol. A maravilhosa recuperação de Barrios, impedindo o empate.

E, principalmente, o ''roubo'' com ajuda do VAR.



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.