Topo
Blog do Menon

Blog do Menon

Categorias

Histórico

Bravata de Bandeira de Mello não ajuda o futebol

Menon

2025-09-20T18:17:29

25/09/2018 17h29

O cidadão Eduardo Bandeira de Mello, segundo o UOL, afirmou em conversas que confia totalmente na classificação do Flamengo, fora de casa, mas reforçou o discurso de que a sonhada vaga a final vem "se o juiz quiser deixar".

A frase atende às demandas das duas faces de Bandeira de Mello, presidente do clube mais popular do Brasil e candidato a deputado federal.

O presidente do Flamengo prepara o terreno para justificativas em caso de uma derrota. A desculpa já está lançada. Sua atitude tem como consequência colocar pressão sobre o árbitro, um dia antes do jogo. E abre caminho para que seus jogadores se comportem em campo de forma a questionar tudo o que for possível. E impossível. Afinal, se o presidente do clube está dizendo que só o árbitro pode impedir  classificação…

O candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro espera ser beneficiado também pela frase contra a arbitragem. Ela explicita sua ligação com o clube e reforça o discurso de perseguição contra a "Nação". Cada vitória dos jogadores escalados por Barbieri eleva o número de votos de Bandeira de Mello.

Genial o cidadão Bandeira de Mello. Diz uma frase aleatória, sem comprovação e ela pode ajudar seu clube. E sua candidatura.

O que ele não fez, foi pensar no futebol brasileiro.

Já está ruim o suficiente para sofrer uma vez mais com algo tão pueril e que leva paixões ao extremo.

As consequências não importam. A não ser que se reflitam em um voto ou outro a mais ou em uma pressão a mais no juiz.

E segue o bonde,

 

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Mais Blog do Menon