Blog do Menon

Palmeiras, mentalmente forte, caminha para o título

Menon

Poucos minutos de jogo e o Palmeiras mostrou que o Boca era apenas um retrato na parede. Amarga lembrança que não ajudaria o Santos.

O time estava totalmente focado no Brasileiro. Um campeonato tão importante quanto a Libertadores. E fez dois gols no primeiro tempo, com ajuda de Vanderlei e Dodô.

Cuca reagiu no intervalo. Principalmente por colocar Copete. O time passou a apostar em bola alta e empatou com gols de Copete e Dodô.

Uma dupla que infernizou a defesa palmeirense. Felipão consertou, deslocando Thiago Santos para a lateral. Jogou muito.

E veio o terceiro do Palmeiras, com uma pancada de Victor Luiz e nova falha de Vanderlei. O Santos perdeu Pituca, mas mesmo com dez pressionou um Palmeiras que demonstrava cansaço.

Físico, porque mentalmente foi muito forte e venceu um jogo importante.



*As opiniões expressas neste blog são de responsabilidade do autor.