Topo
Blog do Menon

Blog do Menon

Categorias

Histórico

Leco não é culpado

Menon

2018-02-20T19:17:24

18/02/2019 17h24

Há uma petição online pedindo a renúncia do presidente Leco do São Paulo, com mais de 50 mil assinaturas. Uma atitude saudável de exercício de cidadania. Parece que a torcida, cansada de tanto sofrimento, está se mexendo.

E se Leco saísse? Hipótese inexistente, mas e se….? Quem assumiria? Seria alguém melhor do que ele? Talvez, pontualmente. Mas dificilmente haveria grandes mudanças.

Leco é o representante de um sistema falido. Basta ter 121 votos para dirigir um clube de milhões de torcedores. São 240 conselheiros. Há alguém melhor que Leco? Pimenta? O rapaz do chapéu?

Que tipo de novidade este grupo de conselheiros produziu nos últimos 15 anos? Foram duas boas ideias. A primeira, a construção de Cotia, por Juvenal Juvêncio. A segunda, a profissionalização do clube, feita por Leco. Nada mais.

Só que Leco sabotou sua própria ideia. Ele colocou conselheiros do clube em cargos remunerados. Não foi ao mercado. Foi ao Conselho. E, se já era fácil seduzir mentes com uma carteirinha, imagine com cargo remunerado.

Leco, antes de assumir, recusou-se a assinar uma comissão milionária para um tal de Jack. Comissão que iria estripar ainda mais as finanças do clube. Depois, fez as pazes com um diretor que era ferrenho defensor da tal comissão.

Parece uma fixação em desfazer o que fez de bom. Outra ótima ideia foi o time de basquete. Que seja mantida.

Com acertos, erros e sem nenhum resultado esportivo, Leco vai escrevendo sua história na presidência. Um mandato medíocre, fruto de um meio medíocre. Dificilmente o conselho de notáveis vai produzir algo melhor.

Cuca é apresentado no São Paulo

UOL Esporte

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Mais Blog do Menon