Topo
Blog do Menon

Blog do Menon

Categorias

Histórico

CBF e o notável rumo ao passado

Menon

2012-04-20T19:15:27

12/04/2019 15h27

A CBF tem novo presidente. E apresentou um conselho de notáveis. A função é pensar os destinos do futebol, masculino e feminino, futsal e Beach soccer.

Os escolhidos são Cafu, Ricardo Rocha, Jairzinho, Careca, Muricy Ramalho, Carlos Alberto Parrera, Zinho, Gilberto Silva e Juninho Paulista.  O futebol feminino será representado por Pretinha e Michael Jackson.

O que estas pessoas já fizeram para o futebol fora do campo? Qual a contribuição que deram em termos de organização e renovação?

Parreira disse que a CBF é o Brasil que dá certo. Só está frase já o desqualifica para falar em renovação? Afinal, se estava bom, para que renovar?

Zinho pulou de galho em galho, dono de time, auxiliar de Jorginho, diretor de futebol e comentarista, quando enxovalhou a profissão ao chamar o São Paulo de Bambi.

Careca tentou ser dono de um time de futebol, o Campinas. Não deu certo.

Cafu é o capitão do penta e…daí? Alguma ideia exposta em tantos anos? Fez algum movimento em apoio ao Bom Senso?

Jairzinho? O Furacão da Copa já se manifestou sobre alguma coisa algum dia?

Muricy teve um gesto muito digno em não abandonar o Fluminense e aceitar a seleção.

Ricardo Rocha inicia ainda uma carreira como gestor esportivo.

Há duas exceções.

Juninho Paulista foi ótimo gestor do Ituano. Gilberto Silva foi ativo na construção do Bom Senso.

Os conselheiros receberão um pro labore por reunião. Não sei de quanto, mas a CBF com certeza economizaria se pagasse por produtividade, por boa ideia apresentada.

 

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Mais Blog do Menon