Topo
Blog do Menon

Blog do Menon

Categorias

Histórico

Rodrigo Caio precisa desapegar do São Paulo

Menon

2017-04-20T19:14:26

17/04/2019 14h26

A dor da separação é dura. Em assuntos pessoais ou profissionais.

Eu me lembro do Diário Popular, meu primeiro emprego. Adorava o trabalho, o tipo de jornalismo e os amigos. Somos únicos até hoje. Pensei que fosse trabalhar lá a vida inteira.

Quatro anos depois, fui demitido. Me comportei um tempo como um viúvo, até desapegar e continuar minha carreira em outros jornais, revistas e sites.

Rodrigo Caio deu uma entrevista patética em que mostra que não desapegos do São Paulo. Disse que encontrou no Flamengo um grupo focado e com sede de vitórias e títulos, algo que não viu em oito anos no São Paulo.

Ah, tá.

E ele não fazia parte dos grupos com quem conviveu, desde a estreia até a saída? Só ele tinha foco? Só ele tinha sede de títulos?

Ele não fazia parte dos problemas?

Rodrigo Caio sofreu uma grande injustiça. A torcida não aceitou seu gesto de honestidade, livrando o corintiano Jô de um cartão amarelo.

A reação foi grosseira e irracional. O zagueiro passou a ser tratado como um traidor, um renegado.

Rodrigo nunca aceitou a injustiça. Ficou magoado. Mas a vida é assim. Futebol é assim. Serve de lição.

Fico imaginando Rodrigo Caio fazendo a mesma coisa em um jogo do Flamengo. Contra Vasco, Fluminense, Botafogo ou o Serrano do Dudu Monsanto.

A reação seria a mesma. Em escala maior. Toda torcida é passional.

Então, Rodrigo, esqueça o passado. Esqueça o São Paulo que você sempre defendeu com honra e foco no Brasileirão. Não vai ser essa moleza de Estadual, não.

 

 

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Mais Blog do Menon