Topo
Blog do Menon

Blog do Menon

Categorias

Histórico

O pior São Paulo e a maior vitória

Menon

12/05/2019 21h18

Foi a pior partida do São Paulo no Brasileiro. E foi, até por isso, a vitória mais importante. Levou o time a dez pontos, na liderança. Cuca se contentaria com oito, o que daria a média de dois por jogo, suficiente para o título.

O São Paulo foi muito mal no primeiro tempo. Sofreu com o contra-ataque, principalmente com Marcinho. E ganhou no segundo tempo, com… contra-ataque. Bela definição de Hernanes. E quase fez o segundo. Anthony errou feio.

O grande problema do São Paulo foi a transição inexistente no primeiro tempo. Tchê Tchê e Liziero foram mal. Sem transição, o jeito era atacar pelo lado. Igor Vinícius fez isto, mas deixava muito espaço para Marcinho.

O Fortaleza, de Ceni, dominou o jogo. Quando acossado, reagia com Edinho e Marcinho. E quando tinha a bola, tinha mais gente no meio.

Cuca corrigiu. Colocou Hudson na lateral e Marcinho sumiu. E colocou Hernanes. Melhor seria Igor Gomes para a transição.

Então, Liziero se machucou, novamente, e Cuca colocou Vitor Bueno. Mais uma vez, Igor seria melhor aposta.

Outra mudança foi fundamental. Hudson foi para o meio e Tchê Tchê para a lateral. E um contra-ataque puxado por Hudson terminou com o gol de Hernanes. Aquele que eu achei que não deveria ter entrado.

Depois da vantagem, Igor entrou, o time se fechou ainda mais, suportou a pressão e quase fez o segundo.

Ótimo resultado.

De ruim, nova lesão muscular de Liziero e mais jogadores com câimbras. Nem parece que foi o Fortaleza que jogou na quinta e enfrentava um time descansado.

Também de ruim, a falta de um centroavante de área. Toró rende muito mais pelos lados.

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Mais Blog do Menon