Topo
Blog do Menon

Blog do Menon

Categorias

Histórico

São Paulo entra no NBB para ser campeão

Menon

03/06/2019 18h18

O São Paulo sonha em ser campeão do NBB, maior competição do basquete brasileiro. Está buscando patrocínio para formar um time forte, capaz de enfrentar os times mais fortes da liga e ser o primeiro "caçula" campeão. O campeonato começa em outubro. Tudo está correndo bem, com exceção de um "pequeno detalhe": o São Paulo ainda não tem vaga garantida.

Teria, se conquistasse o título da Liga Ouro – campeonato de acesso -, mas foi derrotado pela Unifacisa, por 3 x 2 na série final. Como não conseguiu a vaga na quadra, deixou claro à Liga Nacional de Basquete (LNB) que organiza o NBB sua intenção de aceitar um convite. Mostrou que tem condições financeiras para manter uma equipe sem atraso de salários (a LNB é muito exigente neste aspecto) e para pagar os R$ 400 mil cobrados para ser aceito.

Tudo estava caminhando para que o convite fosse feito ainda nesta semana. Mas, parou. Os clubes atuais da LNB resolveram que os convites seriam feitos apenas a partir de 30 de junho. Antes, seria resolvido o problema das franquias inativas: Macaé Brasília, Caxias e de Campo Mourão, que estava na Liga Ouro. Campo Mourão já disse que voltará. Caxias busca um patrocínio junto ao Banrisul. Macaé está se movimentando e Brasília deixou claro que há poucas possibilidades de voltar.

O São Paulo tem pressa e não pretende esperar pelo convite no dia 30. Pensa em apressar o processo e comprar a franquia que pertence à Brasília. O preço, por ser uma questão de oferta e procura, pode ser mais barato que os R$ 400 mil que a Unifacisa terá de pagar, por exemplo.

E por que a pressa? Porque o mercado está fervilhando. Os times estão se movimentando. Bauru dispensou oito jogadores, Paulistano e Pinheiros também se desfizeram de atletas. Os contratos terminam no final de cada edição do NBB e agentes vão à luta para colocar seus jogadores em bons clubes.

E o São Paulo, com o vice da Copa Ouro, sempre com quadra cheia e com o peso financeiro que tem, é um local a mais para se trabalhar sem perigo de calote.

Se esperar até dia 30 de junho, o São Paulo sairá atrás dos rivais,que já estão contratando. E há dirigentes do São Paulo que acreditam que o convite não veio agora justamente para que o clube tenha menos tempo para se organizar. Teria causado medo nos rivais.

E há o complicador do campeonato paulista, que começa dia 30 de julho. Para participar do NBB, o clube é obrigado a participar do campeonato regional. O São Paulo se inscreveu no campeonato paulista, mas se não conseguir a vaga no NBB, terá de desistir. Mesmo tenho sua estréia marcada para 30 de julho, contra o Osasco. Os jogadores que atuaram na Liga Ouro foram dispensados, exceção a Lucas Brito e Sidão que ainda fazem tratamento médico no clube. Mas não ficarão. A ideia é mesmo de ter um time muito forte.

Na busca de patrocinadores, o São Paulo tem conversado primeiramente com os que já estão com o clube de futebol. Está sendo apresentado um pacote envolvendo também futebol feminino, basquete masculino e vôlei feminino.

No caso do basquete, está acertado que os uniformes serão fornecidos pela Adidas, conforme foi acertado em janeiro. A marca alemã precisa de um prazo de nove meses para fazer novos uniformes, o que deixaria futebol feminino e vôlei feminino para 2021.

Até agora, o NBB tem 16 equipes definidas. As 14 que disputaram a atual temporada – Joinville caiu, mas foi "perdoada" – e mais a Unifacisa, campeã da Liga Ouro, e Campo Mourão, terceiro colocado na Liga Ouro, mas que tem franquia do NBB. Seria até estanho Campo Mourão, terceiro colocado, voltar e o São Paulo, vice, ficar de fora. Pato Basquete, de Pato Branco, também quer participar e está buscando garantia financeira. E há a possibilidade de se chegar a 20 clubes. Rio Claro é uma equipe com quem a LNB gostaria de contar, por exemplo. Disputou a Liga Ouro com um bom patrocinador. É um projeto consistente.

Os clubes poderão contar com quatro estrangeiros e não mais três. E, a partir de 2021, serão obrigados a participar da Liga de Desenvolvimento, campeonato para jogadores com no máximo 23 anos.

O título da atual temporada será decidido no sábado. Franca e Flamengo se enfrentam em Franca. Até agora, cada um tem duas vitórias.

 

 

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Mais Blog do Menon