Topo

Histórico

Categorias

Felipão, nossa Palmirinha, merece respeito

Menon

15/07/2019 16h53

Meu amigo Josef está em férias do Cursinho. Estava com seu pai,o  Engenheiro Turco Simão, vendo um programa esportivo. Ficou revoltado e deixou a sala em protesto. Não gostou de uma crítica a Felipão.

"Parece que o time está caindo. É muita crítica", bradou meu amigo.

Eu crítico muito os treinadores brasileiros pelo estilo manada. O que um faz, todos fazem. Sempre as mesmas ideias de anteontem, recicladas.

E as novidades? Barbieri demitido do Coelho. Eduardo Batista, do Vila Nova. Valentim está no Avaí. Zé Ricardo e Jair Ventura desempregados.

Felipão é igual, mas é diferente. Ele também não traz novidades e nem ousadia. Mas há um pequeno enorme detalhe. Ele não promete nada. E ganha.

Impossível não reconhecer méritos de um sujeito de 70 anos que está invicto há 33 jogos no Brasileiro. E que está liderando o campeonato. E que está bem na Copa do Brasil e na Libertadores.

Felipão é nossa Palmirinha. Nada de espumas, infusões e que tais. Faz o básico muito bem feito. Mata a fome e dá prazer.

E tem seus truques. Vai dar um jeito de jogar com Bruno Henrique e Ramires, dois volantes de muito bom passe. Vai reunir os dois.

Felipão será perseguido no Brasileiro por dois estrangeiros, com uma visão mais agradável do futebol: Sampaoli, já confirmado, e Jorge de Jesus, com um bom cartão de visitas.

Será interessante o duelo. Os dois Michelin contra nossa Palmirinha.

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Blog do Menon