Topo

Histórico

Categorias

Enfim, o São Paulo de Cuca. Até quando?

Menon

22/07/2019 22h14

Goleada de 4 x 0. Na base da força. Da velocidade. Com jogo de transição. Bem ao estilo de Cuca. Estilo que não havia aparecido até então.

No primeiro tempo, o time jogou muito pelo meio, com Hernanes, Tchê Tchê e Pato. Pato era o melhor dos três. E foi um dos escolhidos para sair no intervalo. Entrou Éverton em seu lugar.

A segunda substituição foi ousada. Saiu Luan e entrou Toró, aberto na esquerda.

A saída de bola melhorou e os gols saíram. Cada um deles era um atestado de boa substituição para Cuca.

Éverton cruzou. Gol de Antony.

Toró caminhou sem combate e marcou, com belo chute de longe.

Raniel ganhou dividida com Douglas e marcou com calma.

Vitor Bueno, de cabeça, após cruzamento de Igor Vinícius.

Exceção a Antony, participação de jogadores que não estavam em campo nos jogos anteriores.

Cuca achou o time? Não. Encontrou o estilo.

Quanto ao time, é preciso lembrar que Toró e Éverton fizeram partidas muito ruins recentemente.

Há muito o que fazer. Mas foi um grande passo.

PS- Hernanes jogou bem pior que Pato.

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Blog do Menon