Topo

Histórico

Categorias

Thiago Neves, Régis, Calazans e a incompetência dos cartolas

Menon

01/10/2019 17h26

O modo como dirigentes tratam as finanças dos clubes é indecente. Com certeza, não fariam igual em suas empresas.

Thiago Neves derrubou Rogério Ceni. Era o chefe da panela. E hoje, o UOL revela que, além do salário, ele recebia bônus por partidas jogadas. Se chegasse a 42, teria aumento de salário e contrato renovado por mais um ano.

Dirigente que faz um acordo assim deve ser sócio do jogador.

Régis foi revelado pelo São Paulo. Não teve chances. Foi bem no Sport e Bahia e nada fez no Palmeiras. Carille o levou à Arábia Saudita e, quando retornou, o trouxe na bagagem. E…o escalou por 45 minutos.

Treinador que pede um jogador que não entra em campo, não está preocupado com as finanças do clube que dirige.

É o caso de Cuca. Não queria Pato, não queria Hernanes e fez muita pressão para ter… Calazans. Utilizou por poucos minutos. Foi embora e Calazans ficou.

Como pode um treinador mandar tanto, ter tanto poder?

E Jobson? Revelação do Paulista. Foi para o Santos. Quem pediu? Foi Sampaoli ou foi o presidente Peres que tomou a decisão?

Não sei. Mas o rapaz não foi utilizado até agora. Zero minutos.

São alguns exemplos de falta de respeito com o dinheiro alheio.

 

 

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Blog do Menon