PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Soteldo, minicraque, é a essência do mais belo esporte

Menon

03/11/2019 21h08

Em uma antiga entrevista, César Luiz Menotti, campeão do mundo em 78, usou um interessante argumento para definir o futebol como esporte de exceção.

Se alguém fizer uma peneira de vôlei e aparecer um anão, um gordo ou um aleijado, pode dispensar os três. Se for no futebol, você estará abrindo mão de Maradona, Garrincha e Coutinho.

Sem nenhuma xenofobia, imaginem se o baixinho vier da Venezuela, país conhecido pelo petróleo e pelas misses.

É  Yefferson Soteldo, de confessados e duvidosos 1,60m. Na margem de erro.

Fez dois belos gols no Botafogo. Chegou a seis. É um puxador de contra-ataque de alta técnica. Driblador como um brasileiro dos velhos tempos.

Parece saído de uma promoção antiga de refrigerante. Um minicraque. É mini, não é craque, mas é imprescindível.

Soteldo é a democracia futebolística. É a essência do futebol. E dizem que as melhores essências estão nas menores embalagens.

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Menon