Topo

Histórico

Categorias

Empate no clássico sem centroavantes

Menon

16/11/2019 20h07

Alguma coisa não cheirava bem na Vila Belmiro. Logo, as duas torcidas perceberam: com o mau aproveitamento de Sasha e Pablo, seria difícil sair gols.

Sasha ainda fica na área, mas Pablo foge dela e só entra se for convidado. E como chuta fraco!

O jogo foi bom, apesar da pólvora molhada dos artilheiros.

O Santos dominou o primeiro tempo. Teve várias chances no final e poderia ter ampliado o placar de 1 x 0, construído a partir de uma falha de Jucilei, que parecia desligado ao perder a bola que resultou no pênalti de Arboleda em Evandro.

Não foi apenas a falha. A lentidão de Jucilei atrapalha muito a saída de bola.

Com Liziero no segundo tempo, o São Paulo melhorou muito. Forçou o jogo pela esquerda, com ele, Reinaldo e Bueno. O Santos marcou, mas deixou Daniel Alves sozinho do outro lado, para empatar.

O empate garantiu o São Paulo mais uma rodada entre os seis primeiros. E impediu o Santos de alcançar o segundo lugar.

Poderia ser diferente para os dois, se tivessem um nove verdadeiro em campo.

 

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Blog do Menon