PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Galo mostra mais dignidade que o Cruzeiro

Menon

24/11/2019 11h07

E o Guga é rubronegro.

Não o Guga do tênis. O Guga do Galo, que era do Avaí, como o Guga do tênis.

O Guga, que ganha a vida defendendo o Galo, fez um vídeo comemorando o título do Flamengo na Libertadores.

Não foi um vídeo contido, não foi um vídeo de parabéns. Foi pura catarse. De torcedor.

O Galo fez o que sua grandeza exigiu. Mandou Guga sair da concentração e ir para casa. Depois, a gente conversa.

A falta de respeito foi tão grande que merece justa causa.

Não sei se é possível, talvez tudo termine em um pedido de desculpas tão verdadeiro como uma moeda de 12 reais, mas por enquanto o Galo cantou alto e mostrou orgulho.

O Cruzeiro, não.

É vítima de paneleiros como Thiago Neves e Robinho, que se arrastam em campo, torcendo para o mundo terminar em barranco para morrerem encostados.

Se o Fluminense empatar hoje com o CSA, o Cruzeiro Paneleiro voltará à zona de rebaixamento.

Está pagando por não ter noção de sua grandeza e se submeter ao jugo de encostados indgnos de vestir a linda camisa azul.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Menon