Topo

Histórico

Categorias

Três motivos para a queda de Raí, quase irreversível

Menon

03/12/2019 15h20

Leco está muito descontente com o trabalho de Raí. Está determinado a não renovar seu contrato.

A pressão de conselheiros não forçará Leco à demissão de Raí. Apenas dará respaldo à decisão que agrada ao presidente.

Os motivos:

1) Falta de títulos

Raí não conseguiu formar um time campeão, mesmo tendo muito dinheiro para gastar. Em consequência, a dívida aumentou. São citados os erros que teriam levado o clube à está situação: contratações erradas, demissão de Aguirre e, principalmente, Raí ter apostado em André Jardine.

2) Falta de renovação

Foi ordenado que Raí fizesse uma grande renovação, uma revolução no CT da Barra Funda, principalmente no Departamento Médico e no Reffis. Nada foi feito.

3) Postura dos jogadores

Há a percepção generalizada que os jogadores do São Paulo não sofrem com as derrotas. Não se entregam de forma suficiente e não se esforçam em campo. Ninguém demonstra tristeza absoluta por derrotas vergonhosas.

A decisão de Leco será anunciada após o final do Brasileiro. E não está vinculada à possibilidade de o São Paulo garantir vaga direta na Libertadores. O "feito" é considerado uma obrigação. Nada além disso.

Sobre o Autor

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar.Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

Blog do Menon