Blog do Menon

Arquivo : cavalieri

Ano começa complicado para Vasco e Fluminense
Comentários Comente

Menon

Tirando Palmeiras e Flamengo, a situação dos grandes clubes não está boa, não. Há pouco dinheiro para ir às compras e ninguém está esbanjando. É um tal de me da 50% do seu jogador que eu te dou 35% do meu e mais um troco que eu tenho de receber o time tal, além de uma caixa de paçoca e um chickabon. Tem mais escambo do que compra.

As piores situações são de Vasco e Fluminense. O Vasco sofre com a instabilidade política, algo que pode melhorar após a definição sobre a tal urna 7. É preciso definir quem manda. Assim, fica mais fácil negociar. O time já perdeu Anderson Martins (São Paulo), Madson (Grêmio) e Matheus Vital (Corinthians).

O Fluminense sofre com a falta de dinheiro. Acabou já há um ano a parceria com a Unimed e não houve reposição. Com os salários atrasados, jogadores vão buscar seus direitos na Justiça. Scarpa conseguiu a rescisão e vai para o São Paulo. Cavalieri está tentando. Henrique conseguiu também a rescisão e vai para o Corinthians. Henrique Ceifador também está na mira do Corinthians e Wendel foi para o Sporting.

Com as rescisões, o Fluminense perde força no mercado. Como vai receber por um jogador que está livre? O Vasco, ao menos, conseguiu Erazo e Henrique Almeida está próximo.

Se nada mudar, o Vasco fará numeração na Libertadores. E o Flu correrá muitos riscos de rebaixamento no Brasileiro.


Flu acerta em demitir Cavalieri
Comentários Comente

Menon

A forma como se deu é errada e não coaduna com o estilo aristocrático como o Fluminense gosta de ser conhecido. Uma mensagem por whatsapp, um telefonema e Diego Cavalieri está no mercado, após mais de 300 partidas pelo clube. Nem galã de novela barata mexicana termina relacionamento por telefone. Há sempre uma última conversa do tipo foi ótimo, fui feliz, tivemos nossos momentos, o problema é comigo e não com você…. Há uma etiqueta, mesmo que mentirosa.

Deixando de lado a maneira do rompimento, ele era necessário. O trepidante repórter Leo Burlá, do UOL, informa que a manutenção de Cavalieri até o final do contrato, previsto para dezembro de 2019, acarretaria ao clube gastos totais de R$ 10 milhões. Muito? Pouco? Cavalieri merece? As questões não são estas. A questão é única: o Flu tem dinheiro para pagar?

Se não tem, é necessário uma mudança de rumo. Não dá para pagar Cavalieri e Henrique quando se tem uma redução de R$ 45 milhões no orçamento do futebol para o próximo ano.

Mas time de futebol não é banco, diz Andrés Sanchez, candidato à presidência do Corinthians. Ele fala embasado no acerto que foi a contratação de Ronaldo Fenômeno em 2009. O time não estava bem de dinheiro e trouxe o grande jogador, que deu grande retorno ao clube, técnica e financeiramente falando.

Não é o caso de Cavalieri ou de Henrique. O Flu precisa olhar para Xerém com carinho e para o mercado com cautela. Buscar acertos como foi Richarlison, que veio do América de Minas. Olhar para o Botafogo, que acertou muito na vinda de jogadores baratos e que deram muito resultado. Bem, o Fluminense foi campeão com Assis e Washington, o Casal 20, que não custou milhões. É necessário voltar às raízes e é possível, sim, montar um time digno com jogadores famintos de glória.

 

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>