Blog do Menon

Arquivo : flamengo

Ninguém é tonto, Barbieri
Comentários Comente

Menon

Amigos, não vi o jogo do Flamengo. Por isso, não escreveria sobre.

Mudei de ideia ao ler entrevista de Maurício Barbieri. Ele coloca como uma das causas da derrota por 3 x 0, a grama sintética do campo.

Aí, não, né Barbieri.

Só resolvi escrever pra deixar claro que não sou tonto.

Muito menos a torcida do Flamengo.

Vamos melhorar a argumentação.


Flamengo é favorito contra o Timão, meia zebra.
Comentários Comente

Menon

Não me ofendam, por favor. Favorito não significa vitorioso. Correto?

O Flamengo, no momento, tem mais chances de eliminar o Corinthians e chegar à final da Copa do Brasil.

Mostrou isto contra o Grêmio. Fez um gol em cinco minutos e conseguiu segurar o resultado. Não foi brilhante, mas teve bom posicionamento tático. Tem bons jogadores e bom elenco.

O Corinthians vai mal, muito mal. Venceu a Chapecoense no final do jogo, com Jadson. Mas foi mal. O time titular, que entrou em campo, jogou menos do que o reserva, que perdeu para a mesma Chape há alguns dias. E olha que Marquinhos Gabriel estava em campo.

O Flamengo é um time. Com qualidades e defeitos, mas é um time.

O Corinthians é um elenco em formação. A partir daí, haverá a busca de um time.

Por enquanto, o Flamengo é favorito.

O Corinthians é meia zebra.

 


Dedé, Monstro do Maracanã
Comentários Comente

Menon

Poucos jogadores brasileiros se salvaram da ira da torcida, após a perda do título mundial de 1950, no Maracanã. Um deles, talvez o único, foi José Carlos Bauer, do São Paulo. O Monstro do Maracanã.

Dedé merece o apelido também, após parar o time do Flamengo. Zagueiro espetacular. Foram 14 rebatidas. 14. O Flamengo cruzou 36 bolas. Dedé rebateu 14. Seu time foi pressionado e ele cometeu uma, somente uma, falta.

Foi o esteio de um time que mandou no jogo. Muito organizado. Cada um sabendo o que fazer. E Arrascaeta fazendo um grande jogo. No finalzinho, deu um passe perfeito que Rafinha perdeu. Seria o terceiro.

Agora, todos sabemos o que virá: Flamengo no ataque e Cruzeiro reagindo. A vaga tem toda pinta azul.


5 x 1. O Flamengo é candidato ao título brasileiro
Comentários Comente

Menon

Vou listar cinco motivos para justificar o Flamengo como candidato ao título. Há outras, é lógico. Citarei uma razão contra.

1) O time é muito bom, com jogadores como Everton Ribeiro, Diego e Vitinho, que custaram um bom dinheiro  e com Paquetá, da base.

2) O clube tem dinheiro e tem feito boas contratações para suprir a falta de quem sai, como Vinícius Jr. Vitinheo e Pires da Mota, por exemplo. O treinador não vai ficar sem opções de uma hora para outra.

3) Maurício Barbieri, o treinador, apesar de muito jovem, mostra personalidade para agir. Não está na mão de jogadores. O que explica Henrique Dourido e Guerrero no banco.

4) O goleiro Diego Alves é ótimo pegador de penaltis. Um goleiro que ganha pontos. Importantíssmo em um campeonato duro.

5) A torcida do Flamengo é enorme, está em todos os jogos e campos e é uma arma que todos gostariam de ter.

AGORA, O QUE PODE DAR ERRADO

1) O calendário, com três competições correndo ao mesmo tempo. Mesmo com bom elenco, é muito difícil manter o nível em todos os jogos. Jogador não é máquina


Guerrero não merece uma loucura
Comentários Comente

Menon

O Inter está buscando um acordo com a DIS para ter Guerrero em seu elenco. O atacante, cujo vínculo com o Flamengo está terminando, receberia 5 milhões de luvas e salários de R$ 600 mil, o que lhe garantiria R$ 800 mil na conta todo mês. Por quatro anos. Até quando ele tiver 38 anos.

Em troca de quê? Vinte gols por ano? Aproximadamente 50 mil por gol?

Realmente, eu não consigo ver nenhuma lógica em uma negociação assim. Para o Inter, é claro. Para Guerrero, é um milagre. Dos 34 aos 38 anos, ele recebera uma megassena por ano.

A notícia é mais surpreendente ainda porque conta que uma ala do Flamengo não aceita a saída do jogador e quer negociar com o jogador. Quer fazer uma oferta. Nas últimas negociações com o Flamengo, Guerrero teria pedido um aumento e…inacreditável…gostaria de receber salários pelo tempo em que ficou parado por conta de uma suspensão por doping.

Pode ter sido injusta. Pode ter sido um absurdo. Pode ter sido perseguição. Mas Guerrero foi acusado por doping quando estava a serviço da seleção peruana e não do Flamengo. Então, imaginemos que ele tenha tomado chá de coca, ou tenha usado cocaína ou que alguém tenha colocado droga em seu ceviche… O que o Flamengo tem com isso? Nada. Nadica de nada.

É inacreditável que um bom jogador como Guerrero, nada mais que bom jogador, é inacreditável que um artilheiro com poucos gols como Flamengo possa ser alvo de uma loucura monetária como essa.

Não há ninguém na base? Na América do Sul? Na China?

Todo mundo já passou por algum imprevisto que atrapalhou o orçamento. Um filho que quebra a perna, um presente de casamento, um conserto no carro, uma viagem inesperada…Depende do nível de vida de cada um.

Será que o Inter está preparado para um imprevisto desse nível? Um gasto a mais de 800 mil por mês? Estava tudo planejado? E não adianta falar que tem um investidor amigo por trás?

Com certeza há outras opções para investir um dinheiro desse.


Flamengo fez justiça no final
Comentários Comente

Menon

O grande time do Grêmio, autor de um lindo gol coletivo, pedia desesperadamente o final do jogo. Os zagueiros se dividiam entre rebatidas e acenos para o árbitro.

Não adiantou. No último lance, saiu o gol de empate. Gol de justiça. Gol de Lincoln. Gol de um time que pressionou muito no terceiro quarto do jogo.

O Grêmio não conseguiu segurar. Ficou preso e sofrendo. Deu a impressão de estar contente com o resultado. Não pareceu buscar o segundo gol. Mas é detalhe. O empate veio mesmo por mérito do Flamengo.

No sábado, os dois times voltam a se encontrar. O Grêmio, provavelmente, com muitos reservas. Bom para o Flamengo, líder do Brasileirão.


Jaílson e Dourado foram irresponsáveis
Comentários Comente

Menon

O jogo foi muito bom. O Palmeiras começou muito bem diante do Flamengo e logo fez seu gol, com Bigode, em jogada iniciada por Dudu. Depois, diminuiu o ritmo e sofreu com Rodinei e Vinicius Jr.

O segundo tempo começou como o primeiro. Pressão total do Palmeiras, mas o empate veio com uma cabeçada de Thuler. Thiago Martins dormiu.

O jogo ficou muito bom, com os dois times atacando. E ficou quente também, com muitas provocações.

No final, a palhaçada. Cuellar fez falta violenta em Dudu. Levaria amarelo, talvez vermelho. Dudu não esperou para ver. Empurrou por trás e o pau quebrou.

Todos devem ser reprovados pela violência. Dourado e Jaílson, além disso, pela burrice. Dourado estava no banco e não poderá enfrentar o São Paulo. Ruim para o Flamengo, quando se lembra que Vizeu e Vinícius Jr. se despediram e não jogam mais.

Jaílson saiu de seu gol e atravessou o campo para dar uma gravata em Jonas. Foi expulso e obrigou Moisés a ir para o gol. Colocou o Palmeiras em risco. E fica fora contra o Santos. Corre riscos quanto à titularidade. Nem sei se volta.


O cheirinho está forte
Comentários Comente

Menon

A campanha do cheirinho é uma das coisas mais legais do futebol brasileiro. Mostra a confiança cega da torcida rubro-negra na força de seu time. É um bom complemento do “deixou chegar…”

Evidentemente, nem sempre dá certo, como nos últimos anos. Aí, tem troco. A gozação vem de lá pra cá e é legal que seja assim. Certeza, apenas é que na próxima chance, o time mais popular do Brasil será incentivado novamente com a história do cheirinho.

Esse ano, está forte. E se sustenta não apenas no amor ou fanatismo. Tem bola, tem bom futebol e molecada boa para dar razão à torcida.

Após a vitória sobre o Fluminense, a diferença para o segundo colocado é de cinco pontos. E o cheirinho atravessa quarteirões e arrebata corações.

E que história bonita está fazendo Felipe Vizeu, com embarque marcado para a Udinese. Dois gols nos últimos dois jogos, saindo do banco de reservas. Menos talentoso que Paquetá e Vinícius Jr está cumprindo seu papel.


Time do povo vence com garotos e lidera com folga
Comentários Comente

Menon

Chute de Paquetá e gol de Vizeu. Os garotos resolveram e o Flamengo derrotou o Corinthians. Chegou a 20 pontos, quatro a mais que Grêmio e São Paulo. Pode diminuir, se o Flu vencer o Paraná. Mesmo assim, a liderança estará garantida por mais uma rodada.

Vitória muito justa. Foi melhor a maior parte do jogo e poderia até ter marcado antes, não fosse outra partida ruim de Henrique Dourado.

E se o Flamengo teve Vizeu, Paquetá, ViniViní Jr e Lucas e Jean Lucas, o Corinthians, depois de ficar recuado a maior parte do jogo, tentou o empate com Roger, Marquinhos Gabriel e, ele, Kazim. Não deu. Foi a terceira derrota em quatro jogos de Osmar Loss.

Sobrou a reclamação no final, com o encerramento do jogo quando a bola caminhava para Roger. Daronco acertou, pois havia apitado antes, quando o zagueiro havia despachado a bola.


Vinícius, pai do contra-ataque, amor de verão
Comentários Comente

Menon

Criou-se uma espécie de consenso no futebol brasileiro. Só há vida no jogo controlado. Só há vitória quando se tem posse de bola. Os três pontos virãocom o maior número de passes trocados.

Aliás, nem precisa ganhar o jogo. Preenchendo estes requisitos, ganha-se o selo da modernidade. Mais importante do que vencer.

Pois há futebol de transição, sim. Futebol bem jogado. Futebol vencedor. Não vejo nada de errado em jogar atrás. Desde que haja contra-ataque.

Desde que haja, por exemplo, Vinícius Jr. O Galo dominava e ele escapou. Transformou o garoto Émerson ele algo tão inútil como um segundo apêndice e deu para Everton Ribeiro o gol que até a vó Stela faria.

Vinícius joga muito. Pena que vai durar tão pouco com um fugaz amor de verão.