Blog do Menon

Arquivo : luan

Luan é ótima contratação. Gabriel, do Timão, tem muito a aprender com ele
Comentários Comente

Menon

Confesso que o post está um pouco atrasado. Já vi uma postagem da Marília Ruiz no facebook e também o Mauro Cezar Pereira tratou do assunto em seu blog. Mas a entrevista do Luan, despedindo-se do Vasco, me tocou muito. Mostrou um sujeito de bem, exalando dignidade na hora de deixar o clube que o acolheu por dez anos, desde que ele lá chegou, uma criança de 13 anos.

É um tema recorrente para mim. A verdadeira paixão que move o futebol é a do torcedor por seu clube. Nunca por seu ídolo. Ninguém muda de time porque o ídolo se foi. A não ser quando tratamos desse fenômeno moderno que permite ao cidadão torcer para um time em cada país. Ora, quem torce para muitos, não ama ninguém. É assim na vida real. Quem ama muitos, gosta apenas de si.

O Newell’s Old Boys é mais que Messi. O Argentino Jrs é maior que Maradona. O Bauru Atlético Clube só não é maior que Pelé porque não existe mais. Esta é uma verdade cristalina para mim. É algo que as dezenas de assessores dos jogadores deveriam ensinar a eles. No mínimo, porque não se sabe onde se vai ganhar o pão de cada dia na próxima semana.

Não sou bedel de comportamento humano, gosto de brincadeira, mas, para mim, é inaceitável que um  jogador desrespeite o clube de onde está saindo. Como Gabriel fez com Palmeiras ao ir para o Corinthians. Provocações baratas, aqui é melhor que ali blablabla. Até que apareceu um vídeo de meses atrás, em que ele, ainda no Palmeiras, ofendia o Corinthians. E, agora, ofende o Palmeiras. É o tipo de comportamento imaturo e que só depõe contra o jogador.

Ao contrário de Luan. O Palmeiras sabe que contratou um bom zagueiro e um ótimo ser humano.


Começa o saldão de Alexandre Mattos, o gastador. Quem vai levar?
Comentários Comente

Menon

alexandremattosApós as eliminações no Paulista e na Libertadores, o Palmeiras começa a preparação para o Brasileiro. Cuca disse que precisa de novos jogadores e também deixou claro que alguns serão dispensados para “enxugar” o elenco.

Há realmente um excesso de jogadores. Fiz uma busca no site oficial do Palmeiras e vi que há 21 atletas disputando as quatro vagas disponíveis para meias e atacantes. Muita gente vai sair. Os mais cotados são o atacante Luan e o meia Fellype Gabriel, que sofreram com contusões e não atuaram na temporada.

A lista do Palmeiras:

ATACANTES – Cristaldo, Dudu, Erik, Gabriel Jesus, Lucas Barrios, Alecsandro, Rafael Marques, Roger Guedes e Luan.

MEIAS – Cleiton Xavier, Robinho, Allione, Regis, Moisés e Fellype Gabriel.

15 para quatro vagas. Se o treinador levar oito para o jogo, sete ficam de fora, apenas treinando. Muitas vezes fazendo bico. Aqui, parece natural que o facão passe por Fellype Gabriel, Luan, Moisés e Régis. Os três últimos foram contratados em 2016 e praticamente não são utilizados (Moisés vinha bem, mas sofreu grave contusão). São fruto da falta de planejamento de Alexandre Mattos, que pega o dinheiro de Paulo Nobre e gasta sem pensar no amanhã.

Além destes, Erik não tem rendido o que se esperava. Cristaldo e Rafael Marques vão ser ameaçados duramente por Roger Guedes. Lucas Barrios vai continuar se ficar na reserva de Alecsandro, algo muito justo pelo que se viu até agora?

Indiscutível mesmo é Gabriel Jesus.  Dudu, Cleiton Xavier, Robinho, Alecsandro e Roger Guedes estão bem cotados.

VOLANTES – Arouca, Gabriel, Jean, Mateus Sales, Rodrigo, Tiago Santos

Seis para duas vagas. Dois em campo, dois no banco e dois no ócio. Cuca, após a eliminação para o Santos, disse que o Palmeiras tem muitos jogadores jovens, que ainda vão dar alegrias mas que não estão prontos. Pe-ri-go, pe-ri-go para Sales. Arouca ainda não rendeu o que se esperava. Jean foi deslocado para a lateral. E Rodrigo, também chegado há pouco, se contundiu e nem estreou.

LATERAIS – João Pedro, Lucas, Victor Luiz, Egídio e Zé Roberto

O deslocamento de Jean para a direita é um sinal de que a batata de Lucas e Joao Pedro está assando. Na esquerda, Zé Roberto conta com a polivalência que pode lhe garantir também um lugar como volante ou meia. Victor Luiz corre perigo.

ZAGUEIROS – Vitor Hugo, Thiago Martins, Edu Dracena, Nathan, Leandro Almeida e Roger Carvalho.

Muita gente vai rodar em uma área onde apenas Vitor Hugo mostra constância. Edu Dracena ainda não mostrou o futebol do Santos. Alias, esse mesmo futebol não havia sido mostrado no Corinthians. Thiago Martins é um jovem em busca de oportunidades que Nathan, outro jovem, não teve recentemente (em 2014 jogou bastante). Leandro Almeida está queimado e pode fazer parte da negociação com Roger Guedes. Já Roger Carvalho não mostrou muito serviço quando jogou.

São 32 jogadores, fora os goleiros. Cuca vai pedir pelo menos um zagueiro e um volante. Muita gente vai sair. Façam suas ofertas, afinal não há comedimento no planejamento do perdulário Alexandre Mattos.

 

.


Galo 1 x 0 Timão. Alguns pitacos
Comentários Comente

Menon

Início de ano. Gramado sintético. Jogadores ainda recuperando forma física. Os times que entraram em campo receberão muitos reforços. Diante de tantas incógnitas, nada é definitivo no Galo 1 x 0 Corinthians . Mesmo assim, é possível fazer alguns apontamentos.

1) O Galo venceu a Copa da Florida. Foi campeão. E ser campeão é importante, mesmo contra rivais da segunda divisão de El Salvador, o que não foi o caso. Título é bom e dá tranquilidade para o trabalho continuar.

2) Fiquei impressionado com a velocidade que os dois times deram ao jogo. O jogo foi intenso, mesmo sendo um torneio amistoso.

3) Aguirre deixou o Galo mais compacto e forte na marcação. Duvido que, com ele, a não ser em último caso, Rafael Carioca jogará sem um companheiro bom de marcação ao lado.

4) O contrário aconteceu com o Corinthians. Houve muitos espaços para o rival jogar. Bruno Henrique não deu a mesma proteção que Ralf dava, apesar de ter mais toque de bola.

5) Hyuri e Casares – principalmente o equatoriano – deram frescor ao Galo. Jogadores rápidos e envolventes, com muita técnica. Parecem ótimas contratações.

6) Romero teve bons momentos no jogo, com velocidade e deslocamentos. Danilo é que ficou mais centralizado, quase um centroavante.

7) Rodriguinho não aproveitou a chance.

8) Elias esteve abaixo do que sabe e pode.

9) Luan é um jogador muito efetivo, participa do jogo e não tem medo de cara feia.

10) Edílson é um reserva que não tem condições de substituir o titular. E olha que o titular é Fagner. Comete menos deslizes.