Blog do Menon

Arquivo : hyoran

Palmeiras aumenta a distância
Comentários Comente

Menon

E o seu time? Como está se preparando para a próxima temporada?

O Palmeiras, campeão brasileiro, já contratou Zé Rafael e Arthur. Aliás, já havia contratado há meses. Não eram necessários agora. Luxo.

Agora, tem Borja, Deyverson e Artur para a “centroavância”.

E tem Lucas Lima, Scarpa, Moisés, Guerra e Zé Rafael para do meio para a frente. Rafael Veiga pode voltar. E Hyoran.

Não, amigo, não embarqe na onda de que um elenco forte assim vai rachar. Vai se perder por ciúmes. Felipão dá jeito. O clube vai disputar tudo novamente. Com muitas chances.

Fernando Prass e Jaílson continuam. Dracena também. Continuam sendo úteis quando se lembra que são vários campeonatos por vir.

O Palmeiras saiu na frente. De novo. Quando seu time contratar o primeiro reforço para 2019, talvez o Palmeiras já tenha contratado o segundo para 2020.

 


Palmeiras almoça líder. Macarrone da mamma vai bombar
Comentários Comente

Menon

O almoço de domingo é uma das lembranças mais felizes da infância. Mamãe fazia macarrão com molho de tomate e brachola. Ou frango assado. Cada um tinha um pedaço do frango para chamar de seu. Meu pai ficava com a coxa. O peito era meu. E a gente pegava aquele osso para brincar. Eu e minha irmã.

Depois, mudei para a casa da minha avó. E o ritual era o mesmo, só que  mais farto. Dona Stela, a vó, gostava era mesmo de banquete. Comprava tudo no açougue ou na padaria. Muito macarrão e muita carne.

Domingo é dia de futebol e almoço em família. Instituições incrustadas no nosso imaginário coletivo. O almoço vem de mais tempo. É uma tradição que se mantém, às vezes imutável, às vezes um pouco modificada. O futebol é mais recente e bate de frente com o almoço. Em qual de nossas famílias, a mamma ou a nona não ficou magoada porque um filho foi jogar e voltou tarde? Ou outro saiu mais cedo para ir ao estádio? Mas precisa sair quatro horas antes, come um pouquinho, mas que fanatismo….

Hoje, o almoço nas famílias palmeirenses será muito feliz. O time ganhou com facilidade do Cruzeiros. Ambos com desfalques e o Palmeiras rendeu muito mais. Um lindo gol de Lucas Lima, bela cabeçada de Hyoran e um de pênalti, o primeiro de Gustavo Gómez, um zagueiro que pode marcar época no Palmeiras. Mesmo sendo muito bom, ele se atrapalhou em uma bola no primeiro tempo, o que permitiu que o árbitro cometesse mais um dos erros tão comuns no Brasil.

O Palmeiras é líder, pelo menos até as 16 horas. Os descrentes podem dizer que isso não é nada. É muito. Coloca pressão em cima de São Paulo, principalmente, e o Inter.

É hora de comemorar. Com tudo o que a mamma souber fazer. E, aliás, o texto aqui é historicamente defasado. O Palmeiras, há muito, não é só Itália. Ele soube se expandir por todas as classes e cores. Por isso, é gigante. Mas, cá entre nós, não tem nada melhor que uma bela brachola. Concordam?


Fred é loucura, loucura, loucura no país do escambo
Comentários Comente

Menon

O garoto estava conformado com o presente de Natal em época de crise. Apesar de novo, sabe que a situação do país é de crise econômica, lembra que o papai foi protestar nas ruas, com a certeza de tempos melhores e que agora já vendeu até aquela camisa amarela da seleção brasileira, que vestia para ofender aquela mulher. Como nada melhorou, o garoto olhava para a árvore e via…nada. Mas tinha a promessa de um carrinho de madeira.

E, na véspera, a árvore ganha um novo habitante. Um pacote enorme, todo estrelado. Nada de carrinho de madeira. O que chega para o garoto é um avião ultra moderno, com luzes brilhantes. Controle remoto, capaz de fazer inveja ao drone do Grêmio. O garoto vibra com a novidade, que, na verdade não é tão novidade assim. Já esteve por ali em outros Natais, quando era um avião mais jovem e mais cumpridor. Mas, para quem esperava Fernandão, Fred é Cristiano Ronaldo.

A torcida está feliz. Até acredita quando Fred diz que está feliz por “voltar para casa”. Bem, nem todos acreditam. Alguns dão um sorriso condescendente e pensam “me engana que eu gosto”. Se até a Mulher Moranguinho volta para o Naldo, por que o Fred não pode voltar para o Cruzeiro?

Mas, vale a pena? Fred, aos 34 anos, ganhou um contrato de mais três. Pouca gente consegue tal regalia. Vai ganhar 500 pilas mensais (valor razoável dentro do mercado) e aí começa o delírio. Luvas de 3 milhões. Bônus por produtividade. E o Cruzeiro ainda pagará 10 milhões ao Galo, por conta de uma cláusula restritiva.

Totalmente fora da curva do que estamos vendo no mercado. Os clubes estão praticando escambo, ninguém quer gastar muito. O que mais se vê é um tal de três por um. A possível saída de Scarpa envolve nomes como Hyorun, Roger Guedes, Bruno, Buffarini, Fabiano, o Corinthians oferece Moisés, Douglas e Marlone por Juninho Capixaba, outros nomes por Trellez, o Santos pode aceitar Hudson por Victor Ferraz.

São imensas probabilidades. Tem muito nome voando e pouco dinheiro saindo da carteira.

O Cruzeiro foi na contra-mão. Estará certo?


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>