Blog do Menon

Arquivo : thiago silva

Treze nomes para Tite iniciar a renovação necessária
Comentários Comente

Menon

A preparação da seleção brasileira começou errada. Tite não deveria continuar depois do trabalho regular e morno apresentado no Mundial da Rússia. E o segundo erro vem com os amistosos contra EUA e El Salvador. O que acrescentam estes adversários? Nada. Acho que a seleção deveria voltar a se reunir apenas em 2019, mas como teremos Copa América no Brasil é correto antecipar os trabalhos.

Da turma que foi à Rússia, eu daria um descanso para Neymar. Já que os rivais serão EUA e El Salvador, deixemos nosso maior craque de lado. Ele não é necessário e sua ausência temporária facilitaria dar chance a novos jogadores. O que eu acho, deveria ser a prioridade da convocação.

Também deixaria fora Thiago Silva e Miranda, que já passaram dos 30. Marcelo também. Ele é ótimo, mas fez duas Copas ruins. Pode voltar depois. Fernandinho e Paulinho, eu deixaria fora de qualquer plano. Duas Copas ruins de cada um. E olha que sempre fui fã de Paulinho. Taison? Não. Não. Alisson, também não levaria. Daria chance a Ederson.

Eu chamaria 13 jogadores novos. É hora de iniciar um novo ciclo. Nem todos chegarão ao Catar, mas a primeira chance deve ser dada agora.

Militão – É ótimo marcador, o melhor do Brasil no um contra um. Além de lateral, pode jogar de zagueiro também. Tem nove anos a menos e 20 centímetros a mais que Fagner.

Felipe –  É titular do Porto há dois anos e grande destaque do time. Tem altura (1,90m) e técnica. Tem 29 anos.

Dedé – O melhor zagueiro do Brasil. O melhor zagueiro brasileiro. Estava na lista dos 35. Tem 30 anos.

Arana – Misto de Marcelo e Filipe Luis, o que não significa que seja melhor que eles. Mas, aos 21 anos, é o substituto natural.

Maycon – Também com 21 anos. Volante que marca e chega ao ataque.

Arthur – Vai ser titular rapidamente, formando dupla com Casemiro. Marcará época na seleção. Foi um grande erro não estar na Copa da Rússia. Tem 22 anos.

Malcom – Agora, pelo Barcelona, tem tudo para aparecer ainda mais. Outro com 21 anos, vai ficar com o lugar de Willian.

Lucas Paquetá – Estava na lista dos 35 e dever ter oportunidade, apesar de haver decaído um pouco. Tem 21 anos.

Vinicius Júnior – Tem 18 anos e joga pelo Real Madrid. Precisa explicar?

Richarlison – Tem 21 anos e estreou pelo Everton fazendo dois gols. Veio do Watford. Tem experiência na Europa, força e técnica.

David Neres – Tem 21 nos, 54 jogos, 23 gols e 11 assistências pelo Ajax.

Pedro – Tem 21 anos e 25 gols pelo Fluminense. Tem grande poder de finalização e cabeceio. É um tipo de jogador que faz falta ao futebol do Brasil.

Paulinho – Apenas 18 anos, uma das grandes revelações recentes do futebol brasileiro.

Acho que a base da renovação passa por eles. Muitos estarão no Catar.

Apenas por curiosidade: eu escalaria a seleção com Ederson, Militão, Marquinhos, Dedé e Arana; Casemiro e Arthur; Douglas Costa, Coutinho, Richarlison e Pedro.

Dá para ganhar de EUA e El Salvador.

E vocês, convocariam quem?


Tem coisa boa na seleção
Comentários Comente

Menon

Amigos,

A verdade é que o Brasil estreará na Copa nas quartas-de-final contra Bélgica ou Inglaterra. Talvez a Colômbia. Um amigo mais exigente e muito desconfiado da ótima geração belga, diz que será na semi, contra Argentina, França, Uruguai ou Portugal.

É uma realidade, os adversários até agora e mais o México estão muito longe da elite do futebol mundial, apesar de o ranking da FIFA se derreter todo pela Suíça. Vai entender…

É realidade também que a Alemanha tinha molezas no Grupo e já deve estar procurando um biergarten para afogar as mágoas.

E a Argentina, também com duas babás, teve de ouvir muito Gardel na preleção para, no último suspiro, ganhar a vaga. A favorita Espanha empatou com Marrocos e o Irã segurou Cristiano.

Então, vamos elogiar o Brasil. Depois de três jogos, é possível um balanço. O amargor de até agora fica por conta da fragilidade dos rivais.

A defesa vai muito bem. A rigor, teve apenas a falha contra a Suíça. Miranda e Thiago vão muito bem. Marcelo é ótimo no apoio e tem algum problemas defensivos. O contrario de Filipe Luís, que entrou bem contra a Sérvia.

Fagner está bem. O único problema é a falta de altura, que não permite que ajude na bola aérea.

Casemiro ajuda a criar essa solidez. Um grande volante.

Coutinho é o melhor. Participativo, habilidoso e decisivo. Um solucionador. Ou faz o primeiro gol ou a primeira assistência.

Os outros estão jogando abaixo de seu nível, estão rendendo menos do que podem. Menos o goleiro, que não foi exigido.


Thiago Silva é um problema
Comentários Comente

Menon

Thiago Silva está garantido na Copa do Mundo, conforme Tite garantiu em entrevista ao UOL. Eu acho um problema muito grande. Depois da Copa do Brasil, não o vejo em condições psicológicas para defender a seleção em uma competição tão grande, a maior de todas. Todos se lembram do choro descontrolado e da total impossibilidade de cobrar pênaltis na decisão contra o Chile. Nada contra o choro, foi emocionante ver Juninho Pernambucano chorar ao ouvir o hino na Copa de 2006. O errado é o choro ser consequência do pavor e não da emoção. Ainda mais quando se fala de um capitão.

O jornal L’Equipe questiona Thiago Silva no PSG, perguntando se um Monstro ou um chorão. Após seis anos no clube, como capitão, não se firmou como um líder. “Capitão Mistério”, diz o jornal, sobre o zagueiro que tem perdido espaço para Kimpembe.

Menos mal que, na seleção de Tite, Thiago Silva não é titular e, por consequência, nem capitão.

 


Tite e os oito últimos passageiros rumo a Moscou
Comentários Comente

Menon

Em entrevista aos repórteres Danilo Lavieri, Dassler Marques e Pedro Ivo Almeida, do UOL, Tite definiu 15 nomes para a Copa do Mundo. Faltam, então, oito nomes. E eu me lembro do colega Roberto Benevides, com quem cobri a seleção brasileira lá no início dos anos 90. Eu dizia “Parreira deve chamar fulano” e ele me explicava: “você está raciocinando com os seus conceitos. Precisa raciocinar como se você fosse o Parreira, com os conceitos dele. Assim, fica mais fácil”.

Vou tentar fazer isso. E vou, já que eu sou muito aparecido, dar meus palpites também.

O interessante – e muito bom – é que vejo muitas notícias sobre o fato de o tal “radar” de Tite estar muito aberto. A cada semana, fala-se de outros nomes. Tite está aberto a novas chamadas.

Os nomes definidos por Tite são:

Goleiros – Alisson

Laterais – Daniel Alves e Marcelo

Zagueiros – Miranda, Marquinhos e Thiago Silva

Volantes – Casemiro e Fernandinho

Meias – Renato Augusto, Paulinho, Coutinho, Neymar, Willian

Atacantes – Gabriel Jesus e Firmino.

Defini a lista baseando-me no esquema 4-1-4-1 e as especulações também serão feitas pensando assim.

O que falta então?

Goleiros

EDERSON – é uma certeza, acredito mesmo que Tite tenha tido um lapso de memória ao não dizer seu nome.

CASSIO – Teve uma chance contra o Japão e falhou, sofrendo um gol de cabeça, em que ficou estático no gol. Mesmo assim, tem muita confiança do treinador.

Os outros nomes perderam espaço. Wendell é terceiro goleiro do Palmeiras. E Tite deixou claro que Vanderlei não é uma opção concreta para ele. Talvez Diego Alves tenha uma oportunidade, mas o jogo parece definido.

Minha opinião – Também levaria Cássio e Ederson

Laterais

DANILO – Teve chance de jogar como titular contra o Japão e rendeu bem. Como Fagner está caindo muito, ficou bem perto da Copa. Edílson deve ter alguma chance, mas não creio que ameaçará.

ALEX SANDRO – Jogou bem contra o Japão e, como é mais talentoso, deve ganhar a vaga de Filipe Luiz. Arana pode ser uma surpresa.

Minha opinião – Levaria Danilo e Filipe Luiz. Sou retranqueiro.

Zagueiros

RODRIGO CAIO – Jémerson falhou feio contra o Japão. Foi superado na bola alta, o que é lamentável, quando falamos de atacantes japoneses. O zagueiro do São Paulo tem sido muito constante nas chances que teve na seleção (mais do que no clube) e tem a admiração de Tite pela conduta na seleção olímpica e por uma certa liderança.

Minha opinião – Eu levaria Geromel, sem dúvida. Tem jogado em alto nível há tempos. E, para esticar um pouco, não levaria Thiago Silva e teria muitas dúvidas em relação a Marquinhos. Mas, como eles estão definidos…

MEIAS E ATACANTES

Com Casemiro e Fernandinho definidos, não haveria mais vagas para um volante, para o homem mais atrasado do meio. Mas é importante notar que Tite tem dado chances a Fernandinho na linha de frente (como um dos 4 e não como o 1), o que abriria uma vaga mais atrás. Tite também busca um atacante mais incisivo pelos lados do campo. O tal radar estaria olhando para Richarlison, David Neres e Malcon. E um atacante de área, mais fixo também seria uma opção. Por isto, fala-se em Willian José, que se machucou. No meio, há Lucas Lima, Diego Souza e Talisca, que está sendo observado, além de Giuliano. Douglas Costa, Taison e Luan.

Acredito que os nomes de Tite serão:

ARTUR – Penso que as experiências com Fernandinho abrem uma fenda enorme para o garoto do Grêmio.

MALCON – Está jogando muito na França.

GIULIANO – Teve muitas chances com Tite, correspondeu e não vejo ninguém “atropelando” em sua posição.

Eu levaria Artur, Malcon e Jô. Para mim, é fundamental ter um atacante de área, com presença, bom de cabeça.

Assim, acredito que os oito passageiros de Tite serão: Ederson, Cássio, Danilo, Alex Sandro, Rodrigo Caio, Artur, Giuliano e Malcon.

Os meus seriam Ederson, Cássio, Danilo, Filipe Luiz, Geromel, Artur, Malcon e Jô.

E vocês?


Et nóis. O melhor ataque do mundo
Comentários Comente

Menon

A Europa está avisada, como disse o L’Equipe. O PSG, como Átila, o Rei dos Hunos, o Flagelo de Deus, que subjugá-la.

O torcedor do PSG tem todo o direito do mundo de achar que Neymar, Mbappé e Cavani formam o melhor ataque do Planeta Terra. Mesmo porque o MSN não existe mais. Messi e Suárez perderam Neymar e viram Dembelé, o substituto, se contundir.

E o BBC é muito eficiente, matador, pode até ser o melhor de todos, mas falta magia a Bale. BBC pode ser o melhor, afinal lá está Cristiano Ronaldo, mas qual seja a sopa de letrinhas do PSG (NMC, NCM, MNC, MCN, CNM ou CMN) representa um futebol mais leve, mais fluido, mais elegante e bonito.

As deslocações envolvem também Cavani. O uruguaio saía da área quando o dono dela era Ibra. Pode sair novamente, para a chegada de Neymar, Mbappé ou dos que vêm de trás, como Draxler ou Rabiot.

Os 6×2 contra o Bordeaux foram uma aula de passes rápidos, passes curtos, bolas enfiadas, passe de letra e cobrança de falta genial. Didi, nosso Folha Seca, faria melhor. Em quantidade, talvez. Mas aquela de Neymar na manhã de sábado, foi incomparável.

O PSG parece, pelo menos externamente, haver aparado as arestas entre os jogadores. Neymar cobrou a também a falta. Neymar cobrou o pênalti. Manda quem pode, obedece quem tem juízo. Esperemos o próximo pênalti para ver se há um rodízio, ou se o dono do time também é o dono da bola parada.

A defesa do PSG não mostrou a mesma beleza de seu ataque. E nem a mesma eficiência. O pênalti em Cafu era desnecessário e Meunier mostrou ser o típico defensor que não perde a viagem. E o primeiro gol do Bordeaux foi uma linda linha de passes pelo meio da defesa do PSG. Logicamente, há a ressalva de que Daniel Alves e Thiago Silva não estavam em campo.

Podia ser vira cinco e acaba dez, mas o PSG tirou o pé e se contentou com “apenas” seis.


Dunga acerta com David Luiz, tio do pavê, e Ganso, garoto da sinuca
Comentários Comente

Menon

Na quinta-feira, Dunga dará a lista definitiva dos 23 jogadores que estarão na Copa América dos EUA, comemorativa dos 100 anos dungada mais antiga competição entre seleções do mundo. Ganso pode estar na lista, apesar da concorrência com Renato Augusto, Willian, Oscar, Kaká, Philippe Coutinho, Felipe  Anderson e Lucas Lima. Esteja ou não, Dunga acertou. Mostrou estar atento à evolução do meia do São Paulo, longe da seleção desde 2012.

A evolução de Ganso não passa pelo aumento de passes preciosos que ele dá por jogo. Passes que fazem a bola deslizar pela grama como outra bola – menor e muito mais dura – passeia preguiçosa pelo feltro da mesa de sinuca. Não é o fato de nos lembrar de forma mais amiúde daqueles craques do passado que jogavam de fraque, cartola e chuteira preta que o deixaram às portas de uma nova chance na mais vitoriosa de todas seleções.

Ganso tem deixado de ser o genial preguiçoso. Não vive mais de passes geniais que, aliás, nunca deixaram de existir. Ele tem aumentado seu repertório. Não é mais o tipo que toca e fica plantado, como sequoia. O Ganso que Dunga está chamando é aquele novo, que passa e corre para receber. Que não espera o deslocamento dos outros. É o cara que se desloca também, que dá ritmo ao time, que joga vertical, como antes, mas também de fora horizontal. Faz a bola rodar. E faz gols. Em três meses, marcou seis, o dobro do que assinalou em 2015.

mestreSerá o Mestre? Vai resolver tudo? Antes, precisa estar na lista dos 23. Mas o fato de ser chamado agora, de estar entre os 40 mostra que Dunga está atento e aberto a novas possibilidades.

Quem não estará na Copa América é David Luiz. Não está nem entre os 40

David Luiz, o zagueiro feliz.

Acabou a graça. A careta que mostrava um bom rapaz se transformou naquele momento constrangedor felizdas festas natalinas, quando o tiozão, que já exagerou na Sidra Cereser , posta-se diante da sobremesa e pergunta se é pavê ou pacomê,

David Luiz é protagonista de um dos lances mais grotescos de um zagueiro em Copa do Mundo. A bola ia para fora e ele cabeceou de volta ao campo, para dentro da área, pedindo me chuta, me chuta para o holandês. Além disso, não guarda posição. Sai para caçar atacantes e volta tosquiado, principalmente quando topa com um certo Luis Suárez. Veste a camisa de super homem e vai para a ponta esquerda, para a meia, para a ponta, para todo lugar onde não deveria estar.

dengosoQuando assumiu a seleção, após o desastre filipônico, Dunga poderia fazer o que quisesse. Toda mudança seria aceita. Preferiu começar a reconstrução mantendo David Luiz, o Feliz, e Thiago Silva, o Dengoso. Capitão que não capitaneia, uma manteiga derretida. Demorou um ano para se livrar de Thiago, após um pênalti absurdo na Copa América. Agora, mais um ano, se lira do marqueteiro da bola.

Tempo perdido, Dunga.

Poderia ter testado mais gente, ter dado oportunidade a muita gente. Se não desse certo, poderia, então, dar uma nova chance à dupla que fracassou feio na Copa do Mundo.

O problema é grave na zaga do Brasil. Dunga convocou Gil, Miranda e Marquinhos. Gil mostrou bom trabalho no Corinthians, mas joga na China. Nada de preconceito, mas realmente a China é um centro periférico do futebol mundial. Ele enfrenta atacantes que não estão no mesmo nível dos grandes jogadores do futebol mundial. O baque de se ver frente a frente com Suáres, Ibra, CR7 depois de humilhar Zhizao é muito grande. Um desnível enorme.

Miranda não vive seu melhor momento. Simenone, o mago da defesa, abriu mão dele para ficar com Josema Gimenez, o garoto zangadouruguaio de 21 anos. Gabriel Paulista e Marquinhos são apostas ainda.

É, Dunga, você demorou para se virar.

Agora, não adianta ficar zangado.


Luis Suárez elege Thiago Silva. Dunga prefere David Luiz
Comentários Comente

UOL Esporte

Luis Suárez fez algumas confissões no vídeo Minuto Celeste. Gosta de Beyonce, tem saudades de Loco Abreu, viu Titanic, admira Batistuta e tem Thiago Silva como um dos três melhores zagueiros que já enfrentou. Os outros são Godin e Sergio Ramos.

Quando se fala muito de falso nove, Suárez é o verdadeiro nove. O melhor centroavante do mundo. Sua opinião futebolística deve ser respeitada. Dunga discorda. Prefere David Luiz. Minha opinião? Não gosto de nenhum. David comete erros de posicionamentos constantemente. Coloca-se mal e campo e não tem futebol para tanto reconhecimento.

Thiago é muito melhor, mas comete erros absurdos, como aquele penal na última Copa América. Ele falha também no aspecto emocional. As cenas do choro durante a Copa, antes da cobrança de penais contra o Chile, foram constrangedoras. Como capitão, deveria alentar os outros e não desmoronar emocionalmente como se viu.

Mas Thiago Silva tem conserto.

David Luiz é um erro inexplicável.

Que Dunga ouça Luis Suárez.


#151 Mimimi de Thiago Silva fortalece e dá razão a Dunga
Comentários Comente

Menon

A reclamação de Thiago Silva – chorosa reclamação – sobre o fato de não ser mais capitão da seleção brasileira serve para dar razão a Dunga, que o trocou por Neymar. Quem reclama que não é mais capitão, não serve para ser capitão. Onde está a ascendência sobre os outros? Onde está a preocupação com o elenco? Onde está o estoicismo?

É só lembrar de Mascherano, que perdeu a faixa de capitão para Messi. Não correu para os ombros dos repórteres, não fez queixas lamuriosas, nada disso. Ele simplesmente continuou a ser o capitão, só que sem o direito de sair na foto e sem usar a faixa. Continuou a gritar, a comandar, a ralar a bunda no chão, a encarar rivais e ainda foi protagonista de um momento inesquecível da Copa.

O jogo contra a Holanda havia terminado com o empate e iria para os pênaltis. Ele abraçou o goleiro Romero e depois olhou firmemente em seus olhos. Com as mãos no rosto do comandado – sim, ali estava um verdadeiro capitão – disse que a glória estava chegando, disse que dali a alguns minutos ele faira coisas maravilhosas, pegaria penais e levaria a Argentina para a final.

Deu certo. Por Romero, mas também por Mascherano, alma de capitão, mesmo sem o cargo.

Não é preciso lembrar o papel do capitão Thiago Silva na decisão por pênaltis contra o Chile, não é? Sentado em uma bola, longe dos companheiros, chorando como bezerro desmamado, como criança que se perde no parque de diversões.

Acho que Thiago Silva teria certa razão se reclamasse da perda de posição. Não por Miranda, mas por David Luiz, marqueteiro e peladeiro. Thiago foi muito melhor que o companheiro na Copa.

Eu o respeitaria se fosse até Dunga e dissesse que acha injusto virar reserva e que vai lutar muito para voltar à posição. Mas ficar falando para jornalista, reclamando de carinho, da falta de um aviso, isso só serve para mostrar que não tem personalidade para ser capitão.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>